sábado, 2 de janeiro de 2010

Um ano de alfaiate - a samarra do pai



Ocorreram-me inúmeros motivos para não o fazer. Não perceber um cú de fotografia, nunca ter tido uma conversa profissional sobre moda, trabalhar na pacata localidade da Terrugem (que aposto, uns bons 90% de vós não faz ideia onde é) e, na altura, não ter sequer máquina fotográfica. Esse detalhe, resolvi com a ajuda dum amigo, os quase 40 km de distância de Lisboa e eventuais faltas de jeito nem tanto. Eu gostava de vos poder dizer (e de resto, até dava bastante mais estilo) que nada disto me dá grande trabalho. Que as fotografias aparecem a toda a hora, que alguns dos posts mais especiais não surgiram precisamente por via da minha falta de disponibilidade para me cruzar com gente na rua, que nunca foi necessário recorrer a um despertador para assegurar que determinado texto é publicado a tempo e horas, que me sinto sempre inspirado para os escrever, que nunca deixei de fazer nada por causa do blogue ou que este nunca me trouxe nenhum dissabor. A verdade é que não é bem assim. Por outro lado, acho que é precisamente esta dedicação que me permite gozar a alegria dos bons momentos que o alfaiate me proporciona. Mas sou-vos sincero. Acham que nunca pensei que fazia figura de otário a abordar desconhecidos? Pensei claro. Acham que nunca me ocorreu que a única coisa que consegui com isto foi negligenciar a minha carreira profissional e minar a minha vida sentimental? Ocorreu claro. Mas também é justo admitir que o blogue e a dedicação que lhe tenho me ajuda pôr de lado as minhas frustrações profissionais, desilusões amorosas ou o que quer que seja que me ande a lixar o juízo. E depois há momentos sublimes. Como o mail duma senhora que me pedia uma dicas sobre o que deveria levar vestido à ópera, aquele outro dum alto cargo da Lacoste Portugal que, por causa disto, dizia que ficava a aguardar morada, tamanho e tonalidade para me enviar dois pólos, um para mim, outro para o meu pai (quando se recebe um feedback da própria Lacoste com conjugações do verbo fascinar é complicado não se ficar com a sensação que uma simples brincadeira foi bem mais longe do que alguma vez se poderia ter imaginado). Ver a reacção da minha irmã ao meu presente de Natal, ouvir, em plena entrevista ao Rádio Clube, comparar-se o que faço à obra de Henry Miller (caro Aurélio, foi a observação mais descabida e sobrevalorizada que já ouvi sobre o alfaiate, mas foi também, sem margem para dúvida, aquela que mais dentes me deixou à mostra) ou escutar o Pedro Rolo Duarte ler excertos dos meus textos (a última vez que ouvi alguém ler em voz alta alguma coisa que eu tivesse escrito estava a meio da correcção dum teste de Filosofia e a minha professora do 10º ano tentava humilhar-me perante toda a turma lendo uma resposta minha que evidenciava, essencialmente, pouco estudo e muita imaginação). O blogue faz-me bem. Eu, que tenho fama de agressivo e irascível entre os amigos, dou aqui azo a um alter ego que, sem querer entrar em filosofias baratas ou esoterismos bacocos, me dá sempre uma visão mais animada do mundo, daqueles que o percorrem e de tudo o que gira à sua volta. No fundo é isto que me faz ter o blogue. Dá-me energia. Da boa. Talvez por isso me custe tanto perceber a índole de meia dúzia de cavalheiros que já me abordou na pista do Lux, enquanto dançava tranquilamente sem incomodar vivalma, a insinuar que não me visto o suficiente bem para “ter a mania” / “me julgar” / “andar para aí armado” em alfaiate como se, aquilo que aqui escrevo, fosse feito de alguma presunção ou visasse provocar-lhes qualquer tipo de comichão; como se, aquilo que aqui escrevo, tivesse por propósito causar incómodos a terceiros ou maltratar quem quer que seja – caríssimos, tudo o que vos tenho a dizer é que o Lux continua a ser a discoteca onde vou com mais frequência, e que me encontro desde já disponível, caso seja vosso desejo, para trocarmos umas chapadas lá fora, desde que, detalhe importante, longe da entrada, que não me quero ver impedido de lá entrar. Resumindo. Havia 1001 motivos para não ter iniciado este blogue. Motivos racionais, concretos e convincentes. Mas avancei. E, um ano depois, dou-me feliz por isso. Rejubilo com a ideia de saber que há quem encare este blogue como um livro de crónicas cujas páginas vai virando diariamente, com a mesma disciplina que eu sintonizo a TSF, 5 minutos antes das 9h, para ouvir os Sinais do Fernando Alves ou, com a energia que abria a Visão no tempo das crónicas do António Lobo Antunes (não estou a comparar as minhas fotografias amadoras ou as idiotices que aqui escrevo com o trabalho destes senhores, queria apenas agradecer àqueles que me fazem sentir um bocadinho como eles, só isso). Porque no fundo essa era uma das coisas que eu gostava de ser quando fosse grande. Cronista. Até porque, essa é a única ocupação que me merece juízos pessoais sobre quem a desempenha. Porque a crónica dum indivíduo é sempre o próprio indivíduo. E é por isso que fico contente quando estranhos me dizem que gostam do meu blogue. Porque no fundo, sinto que esses estranhos gostam também de mim. E fico feliz por isso. Pode ser?

178 comentários:

Magnolia disse...

Pode Zé. (Chamas-te Zé, certo? Não te conheço pessoalmente mas este é um dos encantos dos blogues, quando gostamos deles e os visitamos diariamente é como se já fossemos tu-cá-tu-lá com os autores... Perdoa-me a audácia, mas sim, gosto de ti.)
Obrigada por partilhares connosco as fotos e - principalmente - os textos.

Cão Traste disse...

E continua que nos gostamos. Miguel

Joana Santos disse...

Obrigada... por me fazeres Sentir sempre que "leio" o teu blogue... Estou sempre à espera da próxima imagem, e das palavras que a acompanham (ou da ausência delas)... Gosto do teu blogue! Mesmo! Sendo assim, gosto de ti!

Lisboa na ponta dos dedos disse...

Zé sei que não tenho palavras suficientes para a agradecer a beleza, a generosidade, a humildade do teu post. Mas sei que sou privilegiada por viver tão de perto os teus sonhos, e por ter um amigo que vale por dois: o Zé e o Alfaiate que tal como eu se funde com a cidade, por paixão.

Logo à noite quando agradecer o meu esplendoroso 2009 e imaginar 2010 podes ter certeza que visualizo também a senda do teu sonho, com a noção que acompanhar-te de perto é também crescer contigo. E se por momentos tropeças num lugar vazio da carruagem, imploro ao Universo que te dê força e luz para que nunca deixes de ser o extraordinário ser humano que és.

Para quem não tem o privilégio de te conhecer tão bem como eu, deixo a garantia aos desconhecidos viajantes da cidade que ser abordada/o pelo alfaiate pode também ser um bilhete para uma viagem humana, um testemunho para a grandiosidade do ser humano a caminho do sonho. Ainda a beleza da sua consistência.

que 2010 seja um ano de viragem sem nunca esquecer o que Rilke escreveu um dia: "só aquilo que demora nos inicia".

e para quem não viu...entrem nos links:

http://tv1.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=2361&e_id=&c_id=1&dif=radio

http://prdantenaum.blogs.sapo.pt/138938.html

R disse...

gosto!

Pólo Norte disse...

Terrugem é Cascais, pah! :)

Bom ano.

Supertatas disse...

: )

Mis disse...

A 40 kms de Lisboa parece-me que esta Terrugem é em Sintra. Não tenho por hábito comentar em blogues. Não sei se é uma espécie de embirração ou apenas forma de estar. Alguma coisa há-de ser, mas não tenho a palavra certa para defini-la. O que me leva a comentar hoje? O facto de este post me ter feito sentir algo. Como quando alguém próximo nos procura para dizer que se sente feliz num amor proibido, que muitos tentam boicotar. Apesar de todos os problemas, parece valer a pena cada obstáculo que tem de ultrapassar. O seu sorriso faz com que desejemos que consiga vencer todas as batalhas. Algo assim... Escrevi durante anos num espaço que fechei porque a «blogosfera» se tornou uma selva. Já não tinha paciência para novelas mexicanas e a felicidade perdeu-se. É complicado manter algo que nos faz felizes quando há sempre alguém que vê a nossa satisfação como uma provocação (conhecidos, desconhecidos, pouco importa). Escreve e fotografa porque, nitidamente, tens talento. Partilha enquanto isso te der prazer.
Bom ano.

Satine disse...

E eu só tenho a dizer, mesmo não te conhecendo de lado nenhum, és muito grande... Porque sim, eu sou uma dessas pessoas a quem tu inspiras. E já dei por mim a pensar "um dia quando for grande quero ser como ele".

Beijinho, as maiores felicidades para o blogue.. e acima de tudo, um excelente 2010!

Satine disse...

E eu só tenho a dizer, mesmo não te conhecendo de lado nenhum, és muito grande... Porque sim, eu sou uma dessas pessoas a quem tu inspiras. E já dei por mim a pensar "um dia quando for grande quero ser como ele".

Beijinho, as maiores felicidades para o blogue.. e acima de tudo, um excelente 2010!

F Nando disse...

Começando pela Terrugem onde existe um restaurante com os pregos maravilhosos :-)
Fico sempre à espera de novas fotos e neste ano que agora começa desejo-te tudo de bom e...novas fotos.
Provavelmente amanhã irei colocar uma foto em estilo do alfaiate
Abraço

Sneakerlicious disse...

E espero bem que o blog continue o seu caminho em 2010, pois faz-nos a nós seguidores, muito felizes :)

IM disse...

exacto. eu sou uma estranha que gosta de ideias criativas e partilhá-las, consequentemente gosto do alfaiate! :)

é muito mais interessante dar relevância a alguém do dia a dia que tem algo de especial do que qualquer celebridade que veste o que a stylist manda.

Lovely Rita disse...

Gostamos, claro que gostamos.
E por amor de deus, já é a segunda vez seguida que me emociono aqui. Isto de acompanhar o alfaiata torna-me uma amélia. Mas vale a pena. Parabéns pelo 1º ano ^^

Lovely Rita disse...

Ops, alfaiate =X
E olha, desta vez o Chrome cooperou. Até estas coisas de nerd colaboram quando é para elogiar o blog =)

Anónimo disse...

Zé,

n sei se pode ou n pode pq p ser sincero n li o texto da tua foto (fa-lo-ei garantidamente mais tarde) pq como sabes estou no Rio e vim so ver se tinha um mail importante. aproveitei para espreitar o Alfaiate depois de ter recebido a tua sms. reparei q tinhas 10 comentarios e por superstição faço questao q o meu seja o 11!
possas ou n possas o q puderes, quero querer q sim e eu quero mt q possas continuar c esse entusiasmo e dedição ao blog e a td o q ele representa.

grande abraço e um excelente 2010


criticart

Vanity disse...

Claro que podes Zé! Eu que tive o prazer de te conhecer pessoalmente e quero acreditar que todos os comentários menos felizes são de pessoas pequenas, que não contentes com a sua vidinha, se dão ao trabalho de observar a vida dos outros. Porque ter sonhos é uma coisa, ir à luta e concretizá-los é outra. O teu blogue em pouco tempo começou a ocupar muito espaço. E isso dói nas mentes com falta de ideias. Um beijinho grande e continua o teu bom trabalho ;)

JB disse...

e venha mais um Ano de Alfaiate, e os que tiverem que vir.
Queria fazer um comentário mais bonito e original, mas faltam-me as palavras, resta-me repetir que este ano também seja bom para ti. :)

Anónimo disse...

a verdade é que nao devem ser poucas as pessoas que se emocionam quando visitam este maravilhoso blog. dou desde ja os parabens ao alfaiate e agredaço por tudo o que ja escreveu e publicou, e pelas fotos que mesmo nao sendo profissionais sao sempre maravilhosas. muitos parabens e espero que o blog nunca acabe, foi para mim uma das melhores e maiores descobertas.

*

Sairaf disse...

Olá Zé,
antes de tudo quero desejar-te um ano maravilhoso e dar-te os parabéns pelo excelente blog!!

Se podes ser feliz por isso??
Não só podes, como deves ser feliz, a forma como vês e descreves o mundo faz com que outros se sintam felizes e vejam o quanto a vida é maravilhosa e merece ser vivida no seu máximo.
Num futuro próximo darás um excelente cronista, será uma questão de tempo! Em relação aos outros... deixa-os falar, é que isso é uma dor que eles sentem a meio do braço e que causa umas dorzitas tristes.

Fotografia, palavras e muito sentimento.
Adoro cada post, cada fotografia, cada palavra que aqui escreves... até que me doa a alma vou continuar a visitar um "lugar" tão digno de saudações.

Tudo de bom
Abraço grande
Com carinho e admiração
Sairaf

Alexandra disse...

Muitos parabéns! Que acima de tudo continue a dar prazer ao autor!

Ainda me recordo da minha primeira samarra, da altura em que os kispos coloridos vingavam e estava tudo menos na moda vestir uma.

Inês e Mafalda disse...

Claro que pode ser. ;) Feliz 2010

beijinhos

Zé disse...

Parabéns pelo blog, que continuem as fotografias e os textos fantásticos.

Anónimo disse...

Gosto de ti.

Obrigada

CF disse...

Pode não, deve...

Gon disse...

Gosto imenso do blog! São estes projectos que fazem falta ;D!


Bom ano de 2010,
www.dimogonda.blogspot.com

Vee disse...

Gosto do seu blogue! Mais do que um blogue de moda é um blogue de estilo em que olhamos para a foto e pensamos mais do que um "gostei ou nem por isso", as fotos que tira têm uma história por trás e isso é lindo.
Parabéns por este ano e desejo de muitos mais.

Anónimo disse...

Dois posts seguidos dos meus lindos filhos (por fora e por dentro),Ah! e a minha velha samarra (século passado, anos 77!),passeada pelas terras de Rio Maior e utilizada para me «fazer» à vossa Mãe, levaram-me a «interferir» no blog do Alfaiate!Não resisto em recordar o sucesso da minha samarra quando vagueava pelo País, na qualidade de agente de ensino, era assim que nos chamavam!e com o Diário debaixo do braço em plena sala de profes, armadilha de um quiosqueiro da terra do Abílio da mocas, em substituição do saudoso vespertino «Diário Popular»... Oh colega, não sabe onde está? a passear um jornal «comuna» em Rio Maior?? Do alto da minha samarra, quiçá do meu quarto de século ainda embebido pela couraça da guerra, encolhi os ombros e a raposa (verdadeira) preocupou-se mais com a vossa linda Mãe, assustada com tal descontracção perante os velhos e furibundos ex-seminaristas! Pois foi lá que nos casámos, numa velha e medieval capelinha! Bom Ano ao Alfaiate e sobretudo aos meus lindos filhos (por fora e por dentro)!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

mais Zé aqui :-)

http://www.personaltime.pt/newsletter_viewer/janeiro2010/

Andreia disse...

Gosto muito do blogue, das imagens e dos textos principalmente.
Espero que este ano tenhamos mais do alfaiate.

B. disse...

Adoro o blog, acima de tudo pelos textos que acompanham as fotos.

Espero que neste ano que começa o Alfaiate vingue ainda mais e te traga muitas alegrias.

Parabens por este primeiro ano!

Joana disse...

Claro que pode ser. todos os dias venho visitar-te na esperança de ver mais uma foto e de ler mais das tuas histórias sempre tão simples e amorosas. Eu só espero que quando me cruzar contigo esteja podre de gira e fashion(ahahah)

bom ano alfaiate!

sakiko wang disse...

Eu gosto. Pelas ideias, pelas histórias contidas nas imagens, pela Alma (coisinha rara nos tempos que correm).
Eu gosto. Faça comichão ou não.
Não sei se se veste bem, mas a "samarra do pai" está muito bem parecida.

Viva o alfaiate!

Destination disse...

E ainda bem que iniciaste este blog. Não consigo ler as crónicas do Lobo Antunes na Visão (demasiado insosas) mas as tuas leio com regularidade, por mais extensas que sejam...
E se sacrificas a tua vida profissional ou pessoal pelo blog é porque ele te traz sensações bem mais intensas e profundas que tudo o resto... e enquanto isso for assim não há que ter receio de abordar desconhecidos na rua porque para eles tb esse momento pode ser de grande intensidade!

Anónimo disse...

Onde é que estão aqueles que diziam que este blog era uma imitação? Para mim é único. Verdadeiramente único. Um abraço de parabéns

silvana disse...

Nas primeiras linhas do texto, identifiquei-me bem com o que foi dito. Mil e uma razões para não criar um blogue - especialmente de moda. A minha máquina é fraca, o jeito é pouco, a paixão é recente, os blogues existentes batem de longe o meu conhecimento, o que escrever dia-a-dia .. Sim, para quem começa um blogue - que é o meu caso - essas são as dúvidas que surgem. E no fundo, bem fundamentadas. Contudo, ler blogues como este inspiraram-me. Bastante. E obrigado. Parabéns.

Teresa disse...

Ontem tive oportunidade de te dizer pessoalmente, mas cá vai hoje por escrito: Gosto muito!
Bom ano e boas fotos!

Bjs Teresa
PS.A foto segue por email.

Juana disse...

alfaite, venho cá diáriamente e fico muito mais feliz quando a fotografia vem acompanhada com um texto teu! É um prazer duplo... obrigada e continua!

divagacoesaoluar disse...

Parabéns pelo blogue. Visito-o todos os dias à espera de uma fotografia, de um texto... Acho que é um blogue despretensioso e com muito bom gosto, daí tanta gente se identificar/gostar do alfaiate. Bom 2010!

MIA disse...

continua que também nós queremos ver mais, adoro o teu blog

Anónimo disse...

Blablablablablablablablablablabla!
Feliz 2010, e continuação de um blog bonito, feliz e catártico :)

Encontramo-nos na pista de dança, sem pancadaria nem chapada.

Glamorous Girl disse...

Estou fascinada :)Tudo o que contribui para a felicidade/realização pessoal é merecedor de empenho. Até mesmo um "simples" blog, à partida sem qualquer pretensão, mas que acaba por ser um lugar de sonhos e inspirações para tantos.

Lisboeta disse...

es tu na fota ??

stiletto disse...

Olá, descobri o Alfaiate há pouco tempo e fiquei fã. A blogosfera é um reflexo da vida logo também encontras por cá pessoas estúpidas e mal formadas. E são essas que fazem os comentários infelizes. O melhor remédio é ignorar. Se o blogue te faz feliz e fazes felizes os teus leitores é porque estás no bom caminho. Continua...

Lady C disse...

Sempre que posso tento descobrir blogs novos, e este descobri há pouco tempo, tenho cá vindo mas só via as fotos. E hoje lá me deu para ler. Adorei. Assim hiperbolizando, apaixonei-me por ti. Gostei muito da foto, e da maneira como escreves. Transmites sentimentos e demonstras ser uma grande pessoa. Sou muito esquisita e demoro a perceber se gosto de um blog ou não, por este, hoje, rendi-me completamente. Gostei do blog e gostei da pessoa que está por dele. Fiquei com uma tremenda curiosidade em conhecer-te. Quem sabe um dia...

Anónimo disse...

todos lindos, filho, filha e pelo texto do pai....muito lindo...e quanto ao blog: Adoro.
raquel kumari

raf disse...

Alfaiate!! Os meus parabéns!! Desejo de um feliz 2010, repleto de realizações pessoais e de novas fotos com post's fantásticos como estes..
abraços

raf disse...

Alfaiate!! Os meus parabéns!! Desejo de um feliz 2010, repleto de realizações pessoais e de novas fotos com post's fantásticos como estes..
abraços

RFSPblog disse...

ahahah! Eus sou de Armés!
Conheces?
Estou aqui mesmo ao lado!!!

Follow me,
http://rfspblog.blogspot.com/

disse...

Desde já parabéns ao Alfaiate. Incrível como em tão pouco tempo, chegou a tantas pessoas!
Se pode? Pode e deve, porque quando alguém escreve assim, para os outros ou para nós próprios, qualquer que seja, sem outro objectivo se não o da realização pessoal, deve faze-lo e pronto.
Quem nao gosta nao leia, mas nao me parece que seja esse o caso!

Feliz 2010 e que venham mais sucessos!

Com tudo isto, não é que fiquei a saber onde é Terrugem? :p

elena disse...

Otro post sublime.

Y sólo cabe decir, usando una parte de un poema de Miguel Torga:

"És um verso perfeito
Que traz consigo a força do que diz.
És o jeito
Que tem, antes de mestre, o aprendiz".

Wahnon disse...

Gostamos todos de ti sim e do blogue também... em separado ou juntos :) ainda bem que o abriste e ainda bem que continuas a fazer dele "teu refugio". Nos todos agradecemos e gostamos muito.

R disse...

Muitos parabéns Zé pel'O Alfaiate, as tuas fotos estão vivas e o que dizes também, é um prazer visitar este teu cantinho.

Abraço,
Ricardo

Marta disse...

Ter o Fernando Alves ou o Lobo Antunes como referências explica muita coisa :)
E espero que algum jornal português se digne a contratar-te (será que posso tartar por tu? lol).

Boa sorte, e espero que a cada dia te divirtas mais a publicar neste blog... porque nós divertimo-nos a lê-lo.

Anónimo disse...

Se fosse socialmente aceite, juro que iria para a rua de pijama vestido. Odeio ter que me pentear de manhã - tanto que ao Domingo nunca o faço - e pôr cremes é coisa que dispensava, não fossem as erupções que deixam a minha cara a parecer-se com uma pizza.
Quando chego a casa, depois de mais um dia que não sei bem porquê me pareceu especialmente deprimente, ponho-me a ler o alfaiate (não, a minha disposição não melhora automaticamente nem és o salvador da minha vida) e percebo que essa coisa de uma pessoa se ter que vestir não tem nada a ver com "os outros". Fotografas pessoas na rua, pessoas ditas "normais" que têm tanto ou mais estilo que as celebrities que desfilam nos media. Não sei se isto te serve de alguma coisa como agradecimento, mas são realmente coisas como estas que me impedem de sair com tubarões sobre um fundo fluorescente para a rua - não estou obviamente a falar de uma produção glamourosa, mas pelo menos visto jeans. E tento fazer pandam com os ténis e a T-shirt. Obrigada.

Joni disse...

Meu caro Zé
Sigo quase diáriamente o teu blog, logo pela manhã, ainda antes de começar a trabalhar, naquela meia-hora - só minha - antes das 09h00. Quando tens um post novo leio-o com sofreguidão (e fico com um sorriso nos lábios), quando não tens é quase um sentimento de perca, um amigo que não me deu os bon dias.
Moro em Faro, sou cinquentão, mas o teu blog ajuda-me a ser mais novo, a esquecer o provincianismo (que tanto tem de positivo, como de negativo), abre-me mais as portas do mundo.
Falo de ti aos colegas(os mais intimos)- todos te seguem.
Comento-te no Facebook com os demais amigos.
Adorava ver-te por cá, em Faro. Seria um prazer partilhar o meu mundo contigo.
A casa é grande e confortável. Quando quiseres será um prazer e os colegas e amigos adorariam também conhecer-te.
Continua... dá-nos outro ano de momentos bons.
Abraço
João

Ana disse...

Pode sim! Se faz favor!!!
Gosto do teu blog. Por isso aqui venho diariamente
Sentir
Sorrir
Um beijo

ina disse...

Ainda bem que existes e ainda bem que criaste o alfaiate! sou de Lx mas a profissão levou-me até Silves, Algarve(um bocadinho antes do fim do mundo)e é aqui q venho todos os dias, sedenta, à procura da urbanidade, da "beleza" do ser urbano... não pares, continua a matar-me a sede... entretanto pode ser que um dia a tua lente se cruze comigo... um beijo

Raspinha disse...

Escreves bem que até chateia... ;)

Anónimo disse...

O importante é seres genuíno, sente-se isso nos teus textos, continua nós gostamos.
Bom Ano

Anónimo disse...

Linda foto e o melhor texto do ano! Se a qualidade do blog continuar a subir ao mesmo ritmo, onde estarás tu em 2011?:) Grande abraço André B

rosa disse...

se pode ser????
claro que pode ser!!!!!

eu, que nada nem ninguém sou, adoro o teu trabalho (este do blogue, que o outro, ó colega... que seca de trabalho que nós temos!!!!).

adoro as tuas fotos, as tuas escolhas e os teus textos. adoro os sorrisos que me colocas na cara e as lágrimas do "sangue do meu sangue". adoro e venho cá, com a regularidade que consigo. de espírito aberto e olhos ávidos de descobertas.

que 2010 seja um ano fenomenal e o alfaiate continue por aí a vestir meio mundo!!!!!

M disse...

Grande texto, grande foto, grande blog.
Adorei especialmente o texto de hoje, está especial na medida certa.
Parabéns!

Anónimo disse...

Grande pessoa. Grande 'alfaiate'.
Parabéns.
MJ

Anónimo disse...

Uau! Com comentário do dono da samarra...

Mágico.

Felicidades.

(permita que lhe diga que tem um lindo sorriso. Um charme...)

m. disse...

Já nem sei como me tornei fiel seguidor do teu (desculpa a intimidade) blog. Já faz parte da minha rotina (tal como as crónicas do Lobo Antunes, do Fernando Alves e já agora do MEC no Público e do Ferreira Fernandes no DN). Obrigado, portanto.
Eu que moro quase no outro lado da rua do LUX, mas que quase nunca lá vou, talvez te ajude a dar uns "brelaites" nessa malta que te incomoda na pista e depois ainda bebemos uma à longa vida do teu blog. Se me deixarem entrar, claro.

Cristina disse...

Posso dizer uma coisa? Parabéns! Sem dúvida alguma é um dos mehores blogs que eu acompanho. Os textos, as imagens...é tudo tão natural que faz com que sejam especiais. É por isso que, desde que descobri o seu blogue, tenho em mim a curiosidade de vir cá e ver o que há de novo. Acredite que me consegue surpreender a cada imagem e a cada fotografia que apresenta.
Agradeço-lhe o facto de ter ido em frente, porque criou um blogue fantástico e único, algo nosso (permita-me que o considere assim) que faz parte não só de si, mas também de todos que o acompanham.
Mais uma vez, parabéns.

Anónimo disse...

As pessoas são aquilo que querem ser. E este blog deve ser/é um pouco de ti. Felizmente já dizia alguém: ainda bem que não gostamos todos do amarelo. Eu gosto de aqui vir, de ler e de ver as tuas fotografias. Parabéns por dares um pouco de ti a quem quer receber.
Beijo, de alguém que por aqui passa.

PS-Eu sei onde fica a Terrugem.:)

Le Blonde disse...

Olá... queria dar-te os parabéns por 1 ano de alfaiate e como a tua história me impressionou. Já conheço o blog a uns tempos e adorei a ideia! Espero que continues o bom trabalho pois eu vou continuar a vir aqui inspirar-me!

beijinho

--
glimmerleblonde.blogspot.com

Cecilia disse...

Encontrei-te recentemente-és a versão portuguesa do sartorialist blog. Todos os dias vejo os dois e rapidamente estás a ficar o meu favorito! Bom ano, boa sorte e já agora desejo-te o mesmo sucesso que o sartorialist. Sabes que ele publicou um livro com as fotos que está a vender muito bem? Just an idea!

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Parabens pelo blog, um ano!, pelos textos apaixonante, pelo look mais que viril e pelas fotos magnifiques :)

E nada de andar à chapada à saida de discoteca :)

Beijo meu ♥,

A Elite

sonjita disse...

Perfeitamente!!!

Eu que por cá passo e nunca comento vejo o teu blogue essencialmente como isso... um relato de crónicas ;)

BJKa

outrocantinhomari disse...

... e isso é tudo o que interessa :)*

pedro alves disse...

É com gosto que denoto a grande humildade com que falas do teu trabalho e que o encaras dessa forma. Concordo, portanto, contigo. Lamento não concordar com o senhor Pedro Rolo Duarte ou com a comparação com Henry Miller, porque de facto, para quem conhece a blogosfera de street style internacional, e a blogosfera de moda portuguesa, percebe que este blog fica muito aquém daquilo que poderia ser, tanto em looks como em palavras, mesmo tendo em conta a escala nacional.

No entanto, espero que continues o teu trabalho, e que o aperfeiçoes, ou mesmo que o deixes assim, porque te dá prazer e porque há quem o aprecie. Espero também que quem faça esse tipo de comparações desmesuradas ou te dê esse exacerbado destaque, pesquise um pouco mais e o aprecie pela sua verdadeira dimensão e qualidade.

Parabéns pelo teu ano!

Anónimo disse...

Melhores que este? Em estilo e em palavras? Deve-me estar a escapar algo. Nuno Santos

Nessuno disse...

Sabes, se há coisa pela qual me sinto grato é pela identificação pessoal. Pode não ter apenas um ano, pode não ter o reconhecimento do alfaiate, pode até não ser atractivo..mas se há coisa da qual me orgulho e me dá força criativa, é o Estado d'Arte (o meu blog). Meramente informativo, faz-me sentir importante pela organização e procura de notícias inéditas ou clichés. É sem dúvida nos artigos de opinião que me liberto. Creio que são poucos, mas bons. Bem, o contacto de uma produtora conhecida para me mandar notícias néditas de cinema fez-me lembrar esta história da Lacoste.

Obrigado e, esperando que não sejas daqueles esquisitoides "ah a década começa em 2010!" "Não é em 2011" , desejo boa nova década!

JS disse...

Olha eu adoro o teu blogue. Faz parte daminha rotinna diária assim como o Fernando Alves, também faz.

Adoro as fotos,imagino como abordas as pessoas e gosto ainda mais com um texto de prenda..

Eu sei o que é ter um blogue e como isso nos faz bem. Continua por muitos anos a escrever, a fotografar e a criar, por ti e por nós que aqui vimos todos os dias.

Um abraço*

Pri disse...

Parabéns pra vc nessa data querida mtas felicidades muitos anoo de Alfaiateeee! Ebaa!!
poi, sou uma estranha que já me viciei no teu blog pq gosto, faz meu tipo, assim como a pessoa tbm! Pode ser? ehhehe

Vc tem atitude, tem um diferencial, essa caracteristica própria te faz crescer!! muitoo felizzzz

InêsN disse...

Da minha parte apenas um OBRIGADA pela partilha de fotos E textos deliciosos!:)

CAP CRÉUS disse...

Por mim, está à vontade e desejo-te pelo menos mais um ano por estas andanças!
Bom ano e não te incomodes com os espiritos mesquinhos!

prnana disse...

ola, estamos de volta a escrever-te, mandamos um comentario em dois de novembro de 2009,a repeito do andré, " e o seu skate", estavamos no brasil, a preparar nossa vinda a a lisboa matar a saudade de nosso filho,e ele nos disse das suas fotos, e ficamos a olhar o blog quase diariamente no afã de ver a foto de um ente amado e que esta longe, hoje(3/01/2010),estamos em odivelas na sua morada e vamos voltar para o brasil na proxima sexta dia 8, e é com grande prazer que colocamos aqui este nosso testemunho a cerca do seu trabalho, dizendo apenas que continue a fazer sempre o que mais goste, pois é assim que a vida nos gratifica e nao ha dinheiro no mundo que pague esta felicidade. parabens. jaime e fernanda(rio de janeiro).

Anónimo disse...

O teu blog já se tornou um dos meus favoritos, que visito diariamente. No fundo aquilo que fazes é o que todos fazemos no nosso íntimo, sem admitir, nem fotografar. Gosto muito do teu trabalho. Bom ano de 2010. E até amanhã ;)

Sara

Diário de Lisboa disse...

Pode e deve.
Parabéns e um grande abraço.
AL

Anónimo disse...

Parabéns amigo. Abraço, TCM

Anónimo disse...

Meu caro zé

em primeiro lugar um bom ano de 2010 para ti. Em segundo lugar devo dizer que se o blog te faz feliz e te faz ser alguém melhor entao força, afinal todos nós precisamos de um escape e todos nós temos algo que gostamos de fazer nos tempos livres : eu é o gym e o design, outros jogam ténis, outros bricolage...tu tens o alfaiate.

Apenas um último comentário:

O Sartorialist é fantástico e inclusivé inspira criadores de moda; O Alfaiate Lisboeta inspira directamente as pessoas, não só em questões de estilo, mas também em saber estar, em atitude. aqui não olhamos para peças de roupa, olhamos para pessoas e para aquilo que as move, quase como um olhar para as suas vidas e aquilo que as motiva.

É para mim uma alegria ver aqui pessoas com quem já me cruzei, nos locais que frequento, ver comentada em alguns posts a loja onde trabalho, e já ter pelo menos uma amiga fotografada no teu blog.

Um grande abraço para ti, Zé, amigo de todos nós =)

Ricardo

ffiffas disse...

É realmente um blogue ao estilo do the Sartorialist, mas que, pessoalmente eu gosto muito mais. Tanto este, como o outro, são blogues que sei da sua existência há já bastantes meses, mas que só visitava muito de vez em quando. Mas neste, ao contrário do outro, algo me cativou de tal forma que a este venho, agora, todos os dias e já o vi todo, de uma ponta a outra. Tem uma essência especial, um brilho extra. Fotos magníficas, textos lindos! O que se pode pedir mais?
Parabéns e Boa sorte para mais um ano.

DG disse...

Dizes: "O blogue faz-me bem". Pois, a nós também.
Continua...

Um abraço,
DG

Anónimo disse...

Um Bom Ano Novo Alfaiate!
Que nunca te falte a inspiração, este é o meu blog favorito, apesar de moda não me dizer nada, foto sim

Pastel

Kleoptra disse...

Venho ao "Alfaite" há algum tempo e já estive tentada a comentar mas penso sempre: "já tem tantos comentários, todos expressam mais ou menos o mesmo que eu diria... O meu não faria grande diferença."
Ms hj foi diferente, hj senti a necessidade de te dizer (sim tb sou do grupo de pessoas q acha q te conhece há anos sem fim lol) q adoro o "Alfaite" e consequentemente sim, gosto de ti! =)
Feliz 2010!!
Um voto algo egoísta de um ano cheio de imagens e palavras!!

SG disse...

cheguei ao alfaiate à pouco tempo, para dizer a verdade no dia 30 de dezembro de 2009, mas rápidamente se tornou um vício...:)
primeiro vasculhei os arquivos, depois adicionei aos favoritos e agora delicio-me frequentemente com as fotos e os "escritos"!
Quando se escreve e se fotografa pq se gosta´, e se o faz para nós, então o que interessa o que os outros pensam?!
Apesar disso sabe bem receber elogios...
Por isso e sem mais, espero que continues por muito tempo! :)

Anónimo disse...

E que giro que tu és,ó Zé !
Não queres ser o meu alfaiate?

mjoaob disse...

Parabéns. Por nada...só por existires. Por existirem homens assim.
:)

Poetic GIRL disse...

Parabéns! Que venha mais um ano de posts fantásticos que ás vezes nem temos palavras para comentar... beijinhos

Isabel I disse...

De volta depois das férias do Natal, dou com este post, talvez o mais pessoal que já publicou. E pergunto-me porquê esta fidelidade a este blog se não sou nova, nem elegante nem me movo por chiados e principes reais? Talvez por isso.... Mas também porque gosto de o ler e me faz companhia e alegra os meus dias às vezes um bocadinho cinzentos. Há uma Terrugem ao pé de Elvas, vendem-se lá samarras. Eu também tive uma samarra. A propósito: que bem que lhe fica a samarra!

Fábio disse...

Perabens pelo que já fizeste e boa sorte para o que está para vir. Abraço

Fernanda disse...

Pode, pois! Eu também gosto do Alfaiate Lisboeta. Boa sorte e feliz 2010.

Ana Paula disse...

És simplesmente fantástico Zé.
Um óptimo ano de 2010 e continua a ser assim.
E sim, gostamos muito de ti.

Patrícia disse...

Olá

Alfaiate, só para dizer que eu sei onde fica a Terrugem, perfeitamente :)
E claro, bom ano, bons posts, gosto muito.

Carochinha disse...

Por mim pode ser! O que este país precisa é de gente feliz!

Parabéns pelo blog (que estou sempre a visitar) e um bom ano!

magali disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
magali disse...

Gosto muito, parabéns!

Anónimo disse...

Sim, gosto muito de ti. Adoro a forma como retratas cada pessoa. Faz-me viver outras vidas. Mas gosto ainda mais de como, sem máquina, te retratas a ti próprio. Todo o blogue é um retrato de ti. Dos teus gostos, da tua sensibilidade, das tuas emoções. Sonho com a (im)possibilidade de te conhecer pessoalmente quando, um destes dias, me abordares e disseres: "Posso fotografar-te?"
Sara

Maria disse...

Parabéns plo blog Zé! Foi uma excelente ideia e prova disso é o seu enorme sucesso, os teus textos são lindos, as fotos fantásticas, as pessoas que o visitam muito simpáticas, a energia que aqui flui super positiva e obviamente não se sente qualquer tipo de presunção. Sente-se que és natural e é por isso que as pessoas se aproximam, se dirigem a ti como te conhecessem e valorizam a tua opinião.
Os putos do Lux... são uns tótós que provavelmente nunca tiveram coragem para assumir projecto nenhum em nome individual. Só quem corre o risco de se expor (só quem se mostra e se dá) sabe o valor que isso tem.
Beijos & Abraços - keep up the amazing work!

Gonçalo Gameiro disse...

muitos parabéns pelo que fizeste. Continua que eu sou um dos (muitos) que gosta.

Eu vivo a 10min da Terrugem btw.
abraço

AC disse...

Eu nao sou estranha... mas se um dia for... vou continuar a gostar de ti! :)

Raça nisso alfaiate! ;)
Beijos e bom ano
AC

Cats disse...

Pode, parabéns. Obrigada

Ana disse...

Pode concerteza!

Joana disse...

Espero poder continuar a ler-te durante muito tempo:) Confesso que gosto sempre das fotos, mas o que adoro mesmo são os textos. Um bom ano!

Audrey disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Aurélio disse...

Pode ser sim Sr. Alfaiate. Gosto bastante de ler o blogue, que sigo assiduamente.
Adoro as fotografias.
E alimento secretamente a esperança de um dia ser abordada na rua e ter a sorte de me reflectir na lente do Alfaiate!

Maria Aurélio

Ribeiro disse...

Olá Alfaiate/Zé, sou visitante assíduo do blog, um verdadeiro admirador da sua irreverência, perspicácia, bom gosto, elegância e, acima de tudo, da capacidade de captar numa foto ou transparecer num texto estados de espírito e sentimentos.

Os meus sinceros Parabéns.

Fiquei contente por aquele "cantinho" no Jornal de Notícias de hoje.

Espero encontrá-lo um dia cá pelo Porto!

Abc.

little miss chanel disse...

ainda bem que começaste este blog, ainda bem que investiste nele, ainda bem que te dedicas. é a única maneira de, ao fim deste ano, ter um blog com tanta qualidade. parabéns :) e que venham muitos mais anos de alfaiate. bjs

golllightly disse...

e como cronista sais-te muito bem. parabéns pelo aninho de excelentes posts, seguidos desde sempre por mim, embora só agora comentados. não que não merecessem um comentário antes, mas hoje senti um carinho especial pela samarra. prometo juntar-me mais vezes às centenas de comentários!

João disse...

adoro os bitoques da terrugem!!

bom trabalho.

Eli disse...

Olá!

Parece que Terrugem afinal não é assim tao desconhecida para noventa por cento! (lol) Como já deves saber, tenho vindo cá espreitar. Hoje, venho dizer-te que sinto algo parecido em relação ao meu blogue. Não perco tempo. Gosto mesmo de o manter junto a mim, assim. Ao longo destes anos sempre fez parte, mesmo quando pareceu mais abandonado. Ele é um companheiro de viagem, mais do que qualquer outro meio de comunicação. Acabou por ser uma extensão de mim, do que registo sem obrigações!

Parabéns!

:)

Anónimo disse...

Eu sou da Terrugem. Será que vou revelar a identidade aqui do chefe do estaminé?

eu disse...

Se podes?! Podes, podes tudo!!! Lindo como és e a escreveres como escreves, podes tudo!!! LOL

Muitos parabéns pelo blogue!

Beijo,

Eu

Rosarinho disse...

Um beijinho e obrigada.

ahlebA aiaM disse...

Ui..Parar agora nem pensar!!
É já uma rotina, não digo diária, mas semanal é obrigatória!!
E sim..gosto MUITO!

Parabéns..

ahlebA aiaM disse...

Ui..Parar agora nem pensar!!
É já uma rotina, não digo diária, mas semanal é obrigatória!!
E sim..gosto MUITO!

Parabéns..

ahlebA aiaM disse...

Ui..Parar agora nem pensar!!
É já uma rotina, não digo diária, mas semanal é obrigatória!!
E sim..gosto MUITO!

Parabéns..

Anónimo disse...

Claro que pode Alfaiate!
E eu vou continuar a passar por aqui.
Obrigada por partilhar connosco estas fotos e estes textos fantásticos.
Parabéns!

Ana disse...

Parabéns pelo Blog. E sim conheço Terrurem...perto de Vila Boim. La na Casa no Povo, ou algo parecido, come-se um bacalhau com espinafres maravilhoso! :)

Anónimo disse...

As suas fotos e textos são quase tão bons como os pregos na Terrugem!
Obrigada por ter entrado no meu quotidiano, coisa sem a qual não somos humanos e por isso humanizar é aquilo que faz com este trabalho.
Bom Ano!
MFF

Joana de Sousa disse...

claro que pode ser ! e, se assim não fosse, não seria um amor correspondido !

desde que ouvir falar do Alfaiate pela primeira vez (felizmente naquele dia parei mais tempo do que é normal para ver o "Mundo das Mulheres"), que este blog se tornou um vício para mim ! mais: posso até dizer que é como uma filosofia: aqui aprendi que devemos cultivar sempre a nossa diferença , no sentido de serem as pequenas coisas que nos distinguem dos outros aquilo que mais diz de nós .

estaria a mentir se dissesse que não me costumo lembrar da filosofia do Alfaiate quando me visto ou vou comprar roupa . mas o bom da questão está no facto de saber perfeitamente que o interessante não é copiar o que aqui vejo, mas saber que isso pode ser o mote para o surgimento de um leque de inspirações .

por tudo isto e pela ansiedade com que consulto este blog na esperança de "já haver coisas novas", posso dizer, sem hesitações, que o Alfaiate é um grande CRONISTA: um cronista das palavras e um cronista das emoções . sim, emoções ! porque isso nem todos conseguem traduzir por palavras .

saudações cheias de estilo e inspiração,

joana.sousa

Raquel disse...

eu gosto do alfaiate! :)

Carlos Teixeira disse...

Xiiii, tantos e tão bons posts. Bom, com "receio" de repetir algo que já foi dscrito,tenho para mim que este blog é realmente uma forma de "exorcismo" do teu, e porque não, do nosso quotidiano e tudo o que nele existe de bom ou mau.O que o diferencia de muitos outros é que ele é inteligentemente depretencioso, útil, e estéticamente estimulante. Não tenhas dúvidas. O tal "livro" vai sair cá para fora um dia, assim tu e nós o queiramos...

winkle disse...

nós ficamos felizes também =)
obrigada por continuares ***

tons neutros disse...

Gosto de ter ler.
A escrita dos homens é diferente.
E sei onde fica a Terrugem muito bem!
Sara Mota

Catia disse...

Congrats, keep writing...
we are reading you in the other side of the Atlantic.

jawaa disse...

Raramente visito blogues, salvo meia dúzia, no máximo.
Encontrar-te foi um acaso e venho ver-te, ler-te sempre que me lembro. És uma lufada de ar fresco.
Força aí!

Filomena disse...

Parabéns!

Agora que descobri este cantinho gostaria de por aqui estar muito tempo.
A abordagem é original.

Caro Z, merci bien.

ines disse...

Adoro o teu blog!!

Parabens pelo 1º aniversario!

bjs

Adri disse...

Por detrás de um grande Blog encontra-se uma grande pessoa e é assim que te imagino... e se a foto corresponder ao Alfaiate , além de uma grande pessoa, és lindo de morrer!!!
Bom Ano e que não desapareça O Alfaiate Lisboeta.

inês disse...

Caro Alfaiate,
Descobri este blog no início do Verão (mais ou menos desde a senhora inglesa com o vestido às estrelinhas em Palma de Maiorca) e fiquei fã. Devo confessar que ultimamente até venho aqui espreitar antes de ir ao Sartorialist, afinal em NY, Milão ou Paris já toda a gente sabe que há pessoas com imenso estilo, mas o que é mesmo inspirador é ter a oportunidade de ver que em Lisboa, Palma, Florença...e porque não na Terrugem, também há pessoas originais...a beleza é global e local ao mesmo tempo, da mesma forma que a roupa não se limita apenas à última tendência, mas pode também contar histórias e sobretudo "ter" uma história, como a samarra, uma jóia ou as Lacoste que passam de uma geração para a seguinte.
Por tudo isto sou fã, por tudo isto...obrigada!

Daniela Schulthais disse...

Parabéns!
Acompanho suas fotos no facebook e a admiração cresce ainda mais ao saber, agora, um pouco mais da sua história.
Seu blog já está entre os favoritos e seu olhar sobre o "vestir" me fascina.
Abraços.

Miss Kin disse...

Podes sim senhor! E cheio de legitimidade! Gosto do teu blog, por me fazeres ver aquelas pessoas que sem ela não via, exemplos de bom gosto nato, aquele que não é forçado, aquele que vem de dentro como eu gosto. Obrigada!

(conheço a Terrugem de ginjeira! E estou a tentar imaginar o que farás por lá... ;) )

Lisa disse...

Muitos parabéns! Leio o seu blogue há já algum tempo e, apesar de nunca deixar comentários, delicio-me com tanta sensibilidade, tão bom gosto e um sentido estético profundamente cosmopolita.

Cristina disse...

Parabéns Alfaiate!
Acompanho o blog quase desde o inicio mas nunca comentei porque acho sempre que não vou conseguir dizer tudo aquilo que me "vai na alma"...
Gosto imenso das fotos, mas principalmente dos textos! Fazem-me lembrar os tempos de escola em que esperava ansiosamente pela chegada do meu pai, à sexta-feira a noite, quando me trazia "o Independente" e as crónicas do MEC com que eu orgulhosamente forrava as capas dos livros escolares ao contrário das minhas colegas com os seus posters da Bravo alemã :)
(Agora envio links do teu blog para te dar a conhecer)
Adoro ler-te e como tal... continua... por muitos e muitos anos..
Obrigada
Cristina

vânia conceição disse...

olá zé..é com muito gosto que volto a repetir o que lhe disse hoje na rua,parabens pelo bom gosto e sabedoria..E quem quer aprender algo que visite o seu blog,boas fotos,excelentes textos,muito boa expressao..Um exemplo a seguir espero que chegue longe é disto que portugal tem falta para deixar de ser tao pequenino com gente tao grande.um beijinho bons clik´s ah e um dia espero que possamos tirar umas fotos á 3 é de vez.:)

Paula disse...

Gosto da fotos, detestei-te ate ler este post. Detestei o post que escreveste acerca da tua irma. Mas hoje gostei. Coitadas das mulheres da tua vida, mae, namorada, irma...

Quando prestares mais atencao ao que elas te querem dizer (a tua irma quer privacidade - sabes o que privacidade significa?)- vais ser um homem maravilhoso. Ja es um cronista excelente - parabens pelo trabalho!

Rita disse...

L E G E N D A R Y

Susie disse...

Ainda por cima de tudo o que foi dito... É GIRO QUE SE FARTA!!!!

Johnnygalia disse...

O teu site tem muita pinta Zé..
grande abraço de BELFAST

Miss G. disse...

Eu sei muito bem onde é a Terrugem. O ano passado passava lá muitas vezes a caminho do Magoito. Parabéns pelo blogue.

João Cal disse...

Caro amigo,
Muitos parabéns! Acho que estás no bom caminho.
Quando há um ano atrás pediste para me fotografar para começar o blog foi como se eu te tivesse a fazer um favor (não propriamente porque somos amigos)... Hoje em dia temo que a sensação seria inversa, tu é que farias o favor.
Estou confiante que hás de tirar alguns dividendos disto, é só continuar o bom trabalho.
Sobre o post acho que quando fomos ao Lux este Sábado podias me ter avisado que tinhas desafiado meio mundo a andar à chapada. Não é que tivesse deixado de ir, mas sempre ficava mais alerta ;) Abraço.
JC

mauro disse...

opah...fogo rapaz!...obrigado por escreveres e por mandares isso cá para fora!..continua que nós (leitores) vamos dando ouvidos à tua voz..

Salomé disse...

Gostei da ideía de assistir a uma data de marmanjos à chapada por causa de uns "trapitos" :D Sou fã da forma como expressas o que te vai aí "dentro". Parabéns pelo blog, é excelente.

N.M. disse...

Alguém que te aproveite. Muito bom.

Jorge disse...

Muitos Parabéns pelo blog, pela ideia, pela execução e pela forma como olhas para as pessoas.

maria madeira | antónio rodrigues disse...

E espero que continues! Os meus parabéns!

Anónimo disse...

Alfaiate
Dá um abraço por mim ao teu pai (deduzo pelo seu post que seremos contemprâneos). Com o 25 de abril é verdade que não construímos tudo aquilo com que sonhámos, mas pelo menos aí está a tua geração, e neste caso tu, para nos provar que valeu a pena termos defendido as samarras (para nos aquecerem o corpo e a alma).
Continua a dar largas ao teu talento, a escrever e a fotografar, e a partilhá-lo connosco
TeB

mulher de gengibre disse...

Pode ficar feliz e orgulhoso, muito orgulhoso!!!
Eu adoro o Alfaiate*****

Rapunzel disse...

Pode...e eu diria que até deve!
Parabéns pelo 1º ano!

Bjs

(eu sei onde é a Terrugem! :D)

FGR disse...

Sei onde fica Terrugem. É perto de Fontanelas.
:D

solta disse...

Descobri este blog hoje. Tarde.
Mas já o corri quase todo. Que delícia.

E o texto deste post ... é qualquer coisa! Tenho dito. Parabéns pela ideia (ou reciclagem dela).

Isabel disse...

Por acaso até sei onde fica a Terrugem pois estive a trabalhar durante um ano em Elvas. Acho bastante curiosa a frase numa das "portas" da localidade: é bom vir ver na Terrugem! Acho que é qualquer coisa assim! E foi lá que apanhei a primeira multa de estacionamento! :9 Gostei do blog. Continua assim!

GiGi disse...

Belíssimo perfil...

Joana disse...

Olá Alfaiate, vim hoje ao teu blogue pela primeira vez. Foram as minhas irmãs atentas (e presumo que tuas fãs) que me enviaram o link. Confesso que nunca tinha ouvido falar em ti nem na essência do teu blogue. Como sempre ando no mundo das núvens, mas gostei de conhecer o teu mundo, pois de alguma forma criativa consegue unir a realidade crua ao sonho. Gostei especialmente do texto sobre a tua irmã e de imaginar como abordas as pessoas na rua. Fizeste-me bem na medida em que seguiste os teus interesses e instintos e pelos vistos deu certo. Isso é inspirador porque nos dá confiança para sermos nós mesmos. Mas já pensaste que com o mesmo blogue e características podias continuar a ser um bloguista perfeitamente invisível? Esse é o desafio que te lanço: pensares porquê e como.
Joana

Duda disse...

É INDESCRITÍVEL como tu escreves e como fotografas. Tornei-me numa fã assidua ao teu blog. Estou completamente "dependente" dele. Concerteza é o primeiro ano de muitos :D

3Picuinhas disse...

:) que grande testamento...mas é isso mesmo, o blog é teu, as opiniões são tuas, o resto...o resto que se lixe e se reduza à insignficância da sua mesquinhez. Força alfaite catita!

Anónimo disse...

Bem.... sim é a primeira vez.. a primeira em tudo a primeira vez que te visito.. e a primeira vez que comento um blog... estou a tantas horas a ler, ler,ler.. que ja nem me lembro como vim aqui parar.... ADOREI... mas palavras deixo por tu conta que... obrigada por termimares este meu dia.. com um sorriso... como há muito nao fazia!!

sw3tty disse...

Olá, Alfaiate...
Surpresa grande numa semana difícil.
Hoje foste a surpresa do dia... boa. Adoraria que o acaso me fizesse encontrar-te... seria eu a pedir-te um clik

José Goulão disse...

e só tenho a dar-te os meus sinceros parabéns pelo que tens feito aqui. Sou dos seguidores anónimos que aqui vem, mas venho sempre. Para além da parte de moda, que também gosto de seguir, os meus parabéns na evolução da qualidade das fotografias. Um abraço e continua com isto

antónio pedro santos disse...

Meu caro alfaiate, conheci o teu blogue através da minha mulher, tua fã há algum tempo. E não há outra forma de o descrever: estou completamente fascinado com o que vi! Deixa-me fazer um parêntesis: sou fotógrafo, freelancer, colaborador de algumas revistas conceituadas. Podes ver o meu trabalho, se tiveres curiosidade, em: www.flickr.com/photos/aps2007/
O teu trabalho deixa-me doido de inveja (no bom sentido)! Adoro retrato, tanto ou mais do que reportagem. E tu tens retratos fantásticos, incríveis, soberbos! Enquadramentos simples, elegantes, composições perfeitas, tecnicamente evoluídos. Parabéns, a partir de hoje tens mais um fã!!! Se tivesse um blogue, queria que fosse tal qual o teu! Bem hajas.

Diandra26 disse...

muita gente dá graças por ter encontrado o teu blog.eu incluída.Quando sentires que deves,poderias escrever um livro.e muito me estranha k ninguem ainda te tenha convidado para fazer uma crónica ali,outra acolá...a gente vê cada coisa mais horrivel em tanto sitio...serias uma lufada de ar fresco.

Anónimo disse...

se pode! És genial!

Pedro disse...

Pode sim, senhor!

katia vilombo disse...

És um máximo, cheio de piada, estou a adorar ler.te....já estava farta de te ver no blog roll de outros e hoje disse, não passas de hoje, como aquela teia de aranha que nos incomoda á meses no topo da janela.
Opiniões, como se costuma dizer, são como a vagina, cada um tem a sua.
É bonito encontrar pessoas que se partilham, e acho que fazes tudo, menos comentários stailistas com tendências tendenciosas de marcar.ou de liderar seja lá o que for que essa macambuzice invejosa te disse no lux.
Adoro principalmente as postagens com letras, aquelas que têm muitas letras, mas com letras pessoais, letras do passado(gosto de avós, gosto de recordações de infância) letras do sentimento e da emoção, letras sérias em tom de brincadeira, uma forma inteligente de se estar na vida de se ser na vida. E sabes pq te sentes bem com o que fazes? Porque o acto de partilhar é libertador, é sabedoria e também é um vicio.

rui disse...

Zé continua a dar lhe no blog como te disse á uns tempos é realmente viciante este "cantinho"!

keep up with the good work!

abraco

rui marques

Anónimo disse...

cool blog dude! cool guy!! :)

"why be diferent, when you can be yourself" ;)

Mari disse...

Parabéns, continue fazendo esse belo trabalho :)

Anónimo disse...

adoro esta foto, um bom sorriso =) Cátia Félix

Anónimo disse...

A Terrugem é no Conselho de Sintra, eu cá trabalho em Vila Verde que é pertinho e não é desprimor nenhum!!

Passei aqui mtas horas a ver e gostei! :)

Obrigada

RPPMC disse...

Pode...e se precisares de ajuda p distribuir chapadas a parvalhões à porta(longe o suficiente p evitar vetos futuros)do Lux também podes contar comigo.

Anónimo disse...

Sim gosto muito de ti, das tuas fotos e principalmente das tuas palavras!

Guigas disse...

Adoro as fotos e as palavras que, via de regra as acompanham!!!
Começar de novo é sempre revigorante e a Terrugem ia definhá-lo!:)))
Boa opção!
Felicidades!

Guigas disse...

Adoro as fotos e as palavras que, via de regra as acompanham!!!
Começar de novo é sempre revigorante e a Terrugem ia definhá-lo!:)))
Boa opção!
Felicidades!