quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

O capote alentejano

O capote alentejano

82 comentários:

Wahnon disse...

gostoooo

Ana disse...

E haverá algo que te fique mal Alfaiate?! :-)
Raio do homem!!!
A foto está excelente!!!

Luisa van Zeller disse...

Uaaau que pinta.. amei!!

MAISON CHAPLIN disse...

Nice picture boy. Meanwhile, um amigo meu andava com uma capa nas ruas de Lisboa e chamavam-lhe drácula. Lol. Provincianos.

@ MAISONCHAPLIN.blogspot.com

Juana disse...

Muito bem, estás muito elegante Alfaite!

almagrande disse...

Parabéns pelo blog. Esse deve ser o Capote com maior historial do distrito de Aveiro.
Cumprimentos

Marco Marques

Anónimo disse...

... O que é nacional é bom!!!
O Alfaiate faz questão de "promover"!!!
Parabens para os "provincianos" pela idealização e realização!
Parabens "Alfaite".

Adri disse...

Uau!!! Um belo olhar!!!
beijo

MG disse...

Sim senhor, um homem de capote é logo outra coisa.
Amei!

Anónimo disse...

Doava um rim... tal não é a perfeição!!! =)

Mariana disse...

Q charme! :)

gi disse...

Excelente!! Já vai sendo raro ver alguém de capote...beijinhos do AlémTejo :)

Anónimo disse...

Sei que estás à minha espera...o capote aquece o coração enquanto não chego e caio nos teus braços! hehehe :P

Sobre a foto... perfeição!

Drª taberneira disse...

puro charme.

mims disse...

Apreciei muito o conceito do seu blog. Conto que qualquer dia alguem me pare na rua e me pergunte se é possivel me tirar uma fotografia :)Ia achar imensa piada...

Muitos parabens.

Lovely Rita disse...

É mais complicado comentar uma foto quando a pessoa nela é o próprio autor do blog. Até onde vai o elogio e começa o "puxa-saquismo", como dizem os brasileiros? Bem, tudo o que eu vou dizer é inteiramente elogio: Excelente foto, a fazer o céu parecer menos deprimente do que aquilo que tem estado. O capote é WOW. É uma peça portuguesa, com estilo e funcionalidade, que devia ser mais usada, porque fica TÃO bem. Como disse a MG, um homem de capote é logo outra coisa. E o modelo é o melhor do blog. Aliás, o modelo É o blog, portanto não há nada mais a dizer, só podia ser coisa boa (de notar que este "coisa boa" não tem aquele tom jocoso de "oh pst ó fáxabor", é só uma coisa, boa. O que também não ajuda muito. O português é demasiado traiçoeiro para o meu gosto, bolas).

disse...

Sempre gostei do capote alentejano, acho-o um casacão muito macho. Mais ainda quando quem o veste é jeitoso como o da foto.
Sem malícia...

Rui Quinta disse...

Eu tenho problemas renais. Podemos ver se há compatibilidade!

Lisboa na ponta dos dedos disse...

é o nosso Príncipe ;-)

Isabel I disse...

Primeiro a samarra, agora o capote... será que o Alfaiate tem uma costela alentejana e a gente não sabe? Daqui do Alto Alentejo o felicito por assim promover algo que não podemos deixar cair em desuso. Ainda o hei-de ver de pelico e safões! Sabe o que é?

Sairaf disse...

Beleza, classe e muito glamour!!
Adorei o contraste da foto quem disse que o homem de fato não pode vestir um capote alentejano.
Abraços grandes e continuação de boas fotografias.
Com carinho
Sairaf

Anónimo disse...

Sim, o alfaiate é «arraçado» de alentejano!! O seu avô paterno é de Estremoz, onde o alfaiate passou férias muitos anos! Ah! e a avó paterna é açoreana, da ilha do Pico!!E o pai do alfaiate?? Diz-se de santa-maria-de-todo-o-mundo, nascido em Celorico de Basto (sim sr. Professor Marcelo!!), criado em África, retornado e, por ora, um sintrense de gema!!

Isabel I disse...

Pronto, está tudo explicado! Nós saimos do Alentejo mas o Alentejo não sai de dentro de nós!

Bunny disse...

Há pouco tempo via a notícia "Capote Alentejano protege do frio e é moda na Europa " (http://www.ionline.pt/interior/index.php?p=news-print&idNota=41157) e procurei aqui no blog um exemplo para mostrar a uma colega espanhola. Bom, agora não falta ca nada... abraço

ML disse...

Todas as minhas costelas são alentejanas.
Esta foto faz-me lembrar o pão, as matanças do porco, os enchidos, o calor, a planície verde...

:)

Isabel I disse...

...o queijo, o vinho, as arcadas da Praça do Giraldo, a torre do castelo de Beja, Monsaraz e o Alqueva, o pôr do sol em Portalegre, atrás da serra da Penha. Os mineiros de Aljustrel, a ilha do Pessegueiro,o Inverno tão frio de Marvão, as empadas de Arraiolos, a Páscoa judia de Castelo de Vide, os fortes de Elvas. A poesia de Florbela Espanca, os quadros do Hogan, a sombra do sobreiro, o rafeiro que reune as ovelhas ao fim da tarde, as cantigas do Vitorino, enfim... tudo o que caracteriza esta terra bendita, esta terra a que pertenço e donde sou.

oscarseguro disse...

... e onde é que se compram desses?
www.tandansse.com

Anónimo disse...

Alfaiate Lisboeta, se este charme de capote alentejano, lindo...é o menino, fiquei rendida, confesso! É que agora fiquei confusa, se sou fã pelos belissimos textos, se pelas fotos se pelo charme...um desejo para 2010: cruzar-me no meio da rua com o Alfaiate e sem palavras, ser fotografada.
M.

joana disse...

Ai fiquei com vontade de ir passar uns dias ao Alentejo! Esses capotes são o must lá fora aqui considerados parolos pelos parolos, claro.

cat-bloom disse...

com um capote assim, o coração não aguenta. desculpai a buçalidade.

C. disse...

a joana tem tanta razao .

as pessoas continuam a olhar umas para as outras como se fossem e.t.'s e depois , torcem o nariz ao dizer que os adolescentes se vestem e sao todos iguais .

eu nao digo que nao . mas por favor , deixem-nos ser mais do que meninas de laços e xadrez !

ML disse...

Isabel I: obrigada por completar as minhas palavras... :)

LAD disse...

Zé onde posso arranjar uma samarra? ; )
O Capote é clássico demais para mim... mas que é bonito é!

joão l.henrique disse...

Bem eu de fotografias não entendo muito, mas acho que a capa alentejana fica sempre bem quando
posta com estilo...
Bom trabalho.

António Prates disse...

O requinte aconchegado desta aprimorada indumentária faz do capote alentejano uma veste de gala, para os tempos invernosos que fustigam copiosamente os ares gelados das campinas, e para todos os rostos idílicos que se abrigam nas esquinas solarengas, das ruas já gastas e despovoadas do Alentejo. Um capote repleto de história e de provectos segredos; encapotados nas abas do seu largo historial e latentes na gola da sua ampla memória.

Saudações alentejanas!

Rosarinho disse...

Belíssimo!

GiGi disse...

Simplesmente irresistível ;-)

Miss Complicações disse...

Boa noite,
Apesar de há muito acompanhar o Alfaiate e nunca comentar, desta vez não resisti. Os Capotes Alentejanos são algo intemporal. Infelizmente, é uma peça que, por ter surgido numa região muito especifica, acaba por não ser devidamente explorada. Para quem tiver curiosidade aqui fica uma versão mais recente do modelo feminino. Peço desculpas pelo modelo que não é o melhor:

http://2.bp.blogspot.com/_r7IIb_ahzAA/S0ouu6g-A5I/AAAAAAAABQE/dTrCqA9iomE/s1600-h/capa+alentejana.jpg

Boa noite

Eli disse...

uau

:)

Anónimo disse...

O capote é o máximo.

Mas o que escreves é tão sexy...
adoro homens que choram "quando assim tem de ser"

Mas principalmente que não se limitem a ser todos iguais uns aos outros. Afinal, no geral, são muito mais inseguros do que as mulheres e incapazes de vestir qualquer coisa diferente (com medo dos comentários dos amigos?)

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Tanto charme devia pagar imposto...

Francisco disse...

mais uma tentativa de aparecer à custa do capote...este blog começa a cheirar a mofo.

Inês disse...

Bonito é o alentejo e as suas personagens.

Anónimo disse...

Tentativa de aparecer? mas afinal de quem é o Blog e quem lhe disse que o autor nao pode aparecer as vezes que quizer?

Anónimo disse...

Aparece "Chico Esperto" aparece.

maria do mar disse...

que brasa! que imagem linda. quem terá sido o brilhante fotografo?

maria do mar disse...

não sei porquê, mas em vez de mofo, cheira-me é a dor de qualquer coisa ali para os lados do visitante francisco. é uma pena não poder ser tão giro como o capote, ou como o modelo... mas se cheira a mofo, não há nada como mudar-se para outras paragens! boa?

maria do mar disse...

não sei porquê, mas em vez de mofo, cheira-me é a dor de qualquer coisa ali para os lados do visitante francisco. é uma pena não poder ser tão giro como o capote, ou como o modelo... mas se cheira a mofo, não há nada como mudar-se para outras paragens! boa?

hierra disse...

O Alfaiate passou a modelo e o fotografo a fotografado e tud resultou na perfeição...que bem que lhe fica o capote :)

Ana Rita disse...

Que charme! GOD!:D

Francisco disse...

aquilo a que me cheira mesmo é a desespero da parte da querida maria do mar. eu não tenho dor de coisa nenhuma nem inveja dum bancário da terrugem, o que acho é que este blog se está a desvirtuar porque a ideia inicial seria mostrar estilos interessantes de pessoas anónimas recolhidos de forma espontânea na rua, na linha do The Sartorialist mas adaptado à realidade portuguesa. ora, qualquer pessoa que siga o Sartorialist sabe que Scott Schumman quase nunca apareceu no blog e quando o fez as razões eram boas e originais. já aqui o nosso amigo alfaiate lisboeta não só aparece cada vez mais, e mais despropositadamente, como também se tornou numa espécie de máquina de elogio a marcas menores...enfim, eu compreendo o desejo de reconhecimento e talvez de procura de patrocínios mas enquanto leitor atento não posso deixar de expressar a minha insatisfação. por isso, maria do mar agradecia que a tolerasse tal como eu tolero a sua. senão, sugiro que vá tomar um chá branco e depois falamos. e sim, começa a cheirar a mofo aqui.

Francisco disse...

onde escrevi "por isso, maria do mar agradecia que a tolerasse tal como eu tolero a sua" deve ler-se "por isso, maria do mar agradecia que a tolerasse tal como eu tolero a sua opinião."

Anónimo disse...

Para o Francisco percebo que seja estranho, no entanto devo dizer que : a) o alfaiate desde os 18 anos que é modelo e por isso não tem problemas em aparecer com os estilos que nós gostamos de rever e muitas vezes copiar b) as marcas menores ao que me lembre é a Labrador, a Lacouste e outras menos conhecidas de autor, enobrecendo a alfaiataria tradicional c) ser bancário é uma profissão mui nobre (apesar da crise actual ter sido despoletada pela banca o que pode levar a opiniões). Conclusão: O Francisco pode dizer o que quiser porque teve um mau dia com a namorada; este blog ao que percebi é democrático, não tem lápis azul e nós por outro lado podemos vir aqui defender o que gostamos! abraços EL GONGA.

Joao Marques disse...

Boas...
De facto, o trabalho que o Zé tem desenvolvido só pode ser enaltecido pelo seu valor. O facto de seguir algo k outrora outros fizeram e que, até à data de hoje ainda o fazem e até de forma algo já diferente do seu conceito inicial, não significa que tenhamos no futuro que seguir à risca. Afinal, vivemos numa era onde, forçosamente, a evolução é algo k tem k existir. Contudo, por princípios éticos, assentes em respeito pela liberdade de expressão e, sobretudo, por consideração ao Zé e ao seu trabalho, deixemo-nos de ser tão reactivos aos de mais comentários e façamos algo que possa contribuir para o crescimento do blog.
A todos, uma Boa Noite e, em particular ao Zé, um grande abraço!
João Marques

K. disse...

Um capote alentejano num blogue de moda!! UAU

Anónimo disse...

Francisco, a parte do teu comentário em que dizes "eu não tenho inveja de um bancário da Terrugem" é especialmente bonita... Para a próxima vez aconselho-te a escreveres o comentário em verso, aí tenho a certeza que vais atingir o céu! Abraço (para o Zé, naturalmente) André B

Anónimo disse...

Francisco, já que é tão bom e, por isso, longe de si ter "inveja de um bacário de Terrugem", ficamos à espera que crie um blog como o que descreveu, na linha do Sartorialist. Já que este é tão desinteressante...

Que eu saiba, o blog ainda é do alfaiate, logo ele aparece as vezes que quiser, elogia as marcas que lhe apetecer e segue a linha que acha melhor.

Eu gosto cada vez mais!

[e não conheço o autor, nem costumo sequer comentar...]

Anónimo disse...

coitadinho do Francisco.

dar-se ao trabalho de comentar um blog para criticar porque o seu autor aparece é, no mínimo, ridículo e típico de quem não se safa.

Que raiva, não é?
Este gajo escreve bem e as miúdas gostam. ainda por cima é giro e tem charme.

Faça um blog melhor, querido!

maria do mar disse...

não percebi e não percebo a raivinha do Francisco. Acompanho o blogue há um ano e ainda não vi quase nenhumas fotografias do Alfaiate. Aliás, não fazia ideia que era tão giro. Penso que o blogue tem chrame e carisma, por captar vários ângulos, várias pessoas e algumas vivências. A mim cheira-me a cidade e campo, a cores e elegância, a sorrisos e a maresia, não percebo mesmo essa do "cheira a mofo". Volto a dizer, que com tanta agressividade, mais vale ir para outro sítio, pois é evidente que aqui se sente mal.

Rapariga de Cinza disse...

Trés bien!!!

Anónimo disse...

Acho que o Franciso deve ao Sr. Alfaiate os seus breves momentos de fama!Linda foto e lindo pretexto para aparecer(ao contrário do Sartorialist que aparece a dar entrevistas,com imagens suas em campanhas publicitárias e a dar autógrafos no seu livro).Adoro os dois mas o português é mais discreto e mais giro!
LL

Anónimo disse...

ha ha ha
Ja fartei de rir me!
Iniciada em blogues,
Lendo comentarios pela primeirissima vez, e constato um nao-sei-o-quê de agressividade/paixao. what's this?
Eu que defendia ontem a alguem da industria da moda o quao relevantes se estavam a tornar os blogues...

Anónimo disse...

Eu só ainda espreitei duas vezes o blog e logo fiquei curiosa para saber quem era o Alfaiate! Andei a ver se encontrava uma foto... pois pareceu-me ser um blog de tão bom gosto que o Alfaiate só poderia ser uma pessoa bem interessante!!
Ainda bem que colocaste esta foto e a ideia do capote é fantástica! Uau...
Parabéns pelo blog, pelas fotos e pela escrita... vou passar por cá muito mais vezes!

Anónimo disse...

Bela foto, mto bom gosto!

Xana

Anónimo disse...

Chiça penico!!
Mas...
O que há de mais português que a inveja?

Posso ter o capote? e o modelo?...Vem junto?

Abraços.
Não ligue a mal vestidos.

Miss Revelation disse...

Speechless...

CatWoman disse...

Lindo,
Que chic!!
Muitos parabens!!
Adorava ter um!!
Bjs

Helena disse...

Já pensou vir a Aveiro experimentar o gabão?

Post 69 disse...

Ai esse Chico-esperto...

Filipa disse...

És um pedaço de mau caminho!!!

Carlota Joaquina disse...

Guapissímo!!!

Magda disse...

Subscrevo... haverá alguma coisa que te fique mal...? Que,mas que pinta!
Esbarrei-me com as tuas fotos no WinClub, e olha, fiquei assim, absorvida...
Amo ler-te, descobrir-te pelas palavras, és cavalheiro, sedutor e possante, usa-las como a uma cigarreira gasta p´las mãos!
E olha, não sou diferente de outras mulheres, quero ser fotografada por ti!
Estar escarrapachada no teu Alfaiate Lisboaeta seria um bónus mais que extra, mas ver-me encontrada por ti numa foto, ah...isso é que seria...

Anónimo disse...

Acho que o Francisco perdeu o pio.......

Anónimo disse...

suas taradas!!!

Anónimo disse...

O alfaiate é giro, mas o tipo do lenço lá em cima é bem mais giro! :)

lampâda mervelha disse...

Falta a samarra :)

Parabéns pelo blog!

tata disse...

oh-god...
vou linkar-te ao meu histérico blog.
parabens, muito original!

Anónimo disse...

Mto giro mm, até m fez recordar o famoso boneco que ficava em cima d um dos predios da praça do rossio(acho q era uma publicidade a um vinho s n estou em erro, só falta é o chapéu)! Eu adorava o boneco!!!!

Madalenão disse...

Lindo. Adoro. E também adoro os casacões da Serra da Estrela.

Anónimo disse...

tive um professor no instituto britânico que contou que comprou um capote alentejano e resolveu usá-lo em Londres (salvo erro) num dia de inverno em que fazia uma forte ventania. caminhava curvado para melhor enfrentar o vento quando chocou com um punk (isto passou-se há umas quantas décadas). ficaram um a olhar para o outro durante um breve instante. o meu professor pediu desculpa. o punk pediu igualmente desculpa "I'm sorry Mr Holmes".

Pretita disse...

Realmente, quem diria que uma peça tão classica e quase que "arcaica" ajustar-se-ía de uma forma tão contemporânea e em simultâneo tão arrojada.
Lindo, Lindo.....Lindo!

Anónimo disse...

Olá,

apesar de frequentemente visitar o seu blog e de achar extraordinários os looks que consegue captar, nunca o comentei. No entanto, hoje não pude deixar de o fazer pelo facto de ter visto, na minha faculdade, uma senhora dos seus 40 anos com um capote vestido, o que imediatamente me remeteu para esta foto. Comentei com as minhas colegas a elegância a peça, mas prontamente me disseram: "ai gostas?! (com cara de desdém)que coisa de velhos!" é óbvio que não liguei absolutamente nada ao que disseram e pensei para mim: ...quem me dera ter personalidade para usar uma peça daquelas...

Parabéns pelo blog =)
Teresa.