terça-feira, 10 de Novembro de 2009

Fábio

Fábio
Fábio

Conheci o Fábio aqui. E reconheci-o no seu trabalho, onde entrei, com uma lata que tenho vindo a aprimorar, e lhe perguntei se o podia fotografar. Acho que mais do que pessoas que vestem bem ou mal há, no que ao trajar diz respeito, dois tipos de pessoas. Aquelas que vestem o que querem e aquelas que vestem aquilo que os outros lhes permitem vestir. Eu nunca passei do segundo grupo mas adoro quando encontro alguém do primeiro

34 comentários:

CPrice disse...

está cada vez mais fantástico este espaço, Alfaiate. Parabéns!

E quanto à conclusão é tal e qual .. eu, só ao fim-de-semana é que passo (de cabeça!) para o primeiro grupo (risos)

Votos de bom Dia.

Jose Calvet disse...

um bocadinho arty, acho. Um revisor da carris fashion "wannabe" style.

E tu podes sempre vestir o que queres..nem que seja from 17h forward... :)

Isabel I disse...

O Fábio é um marinheiro da Gloriosa Armada Soviética? Fora de brincadeiras: é preciso personalidade e ousadia e segurança para vestir aquilo que nos dá na real gana, qualidades que obviamente o Fábio possui de sobra.

alfacinha disse...

a sorte de ser jovem,pode vestir se como o seu próprio gosto.

Anónimo disse...

que achado... e mais uma foto extraordinária! abraço andre b

shoe girl disse...

a primeira foto está fantástica!
e amei os sapatos!

:)

Nuno, apenas Nuno. disse...

São gostos. Eu pessoalmente não gosto nada e posso não me vestir de maneira assim fora do comum, o que não me impede de vestir o que gosto, o que quero, e não o que os outros me permitem.
É fora do comum sim, demonstra uma grande ousadia, mas este não o pesco :P Nem nestas nem na outra em que o encontraste.
Acho que é.. simplesmente diferente.

Gon disse...

Adoro pessoas assim, que arriscam e não tem medo do que os outros pensam! Ser "normal" não tem piada.. Os sapatos são demais xD


www.dimogonda.blogspot.com

retro-a-porter disse...

Stylish boy! É bom ser ousado e algo subversivo e o look é uma forma directa de o Ser. Pena que cada vez mais empresas adiram ao dress code demasiado clássico e cinzentão.

É também a prova de como uma "farda" usada fora de contexto pode ser tão subversiva...ehehehe!

follow me:
http://fashionheroines.blogspot.com

retro-a-porter disse...

Stylish boy! É bom ser ousado e algo subversivo e o look é uma forma directa de o Ser. Pena que cada vez mais empresas adiram ao dress code demasiado clássico e cinzentão.

É também a prova de como uma "farda" usada fora de contexto pode ser tão subversiva...ehehehe!

follow me:
http://fashionheroines.blogspot.com

(n)Ana disse...

:o)

Lovely Rita disse...

Uau. Se tivesse que seleccionar uma foto do blog inteiro, era esta. Está fantástica, e o Fábio é uma daquelas pessoas que parecem interessantes só de olhar para elas. O estilo dele... incrível. Para além de, e as hormonas permitem-me dizer isto, ser incrivelmente bonito. Se passasse por mim na rua eu certamente olharia para trás e esbarraria num poste por lhe estar a prestar atenção.

E posso orgulhar-me de fazer parte do primeiro grupo ^^

Anónimo disse...

Controverso/Excelente!

BrownAndCookies disse...

temos capitao :) gostei, este blog está cada vez melhor

beijinhos***

márcia*

Sara Quaresma Capitão disse...

Ah como é bom quando vemos alguém do primeiro grupo (gostemos ou não do estilo)... a liberdade de se ser criador de uma imagem de nós próprios.
Parabéns pelo blog, Alfaiate!

Tanita disse...

Continuo a ser muito distrída, e por aqui apercebo-me que exitem pessoas tão ousadas e diferentes à minha volta. Pessoas com atitude. É bom sabe-lo.
Óptima fotografia, como sempre!

Ana Sofia Santos disse...

é o moço do factohair. praticamente eles todos tem um estilo interessante :)

Maria Alice disse...

olha eu por acaso...conheco bem esta cara...e esse Homem é um dos grandes. ele transpira estrutura. beijos fabio. es o maior...

pedro raul disse...

lindooooooo..já o vi passar algumas vezes no chiado sempre com gnda atitude e estilo.adorava conhece-lo deve ser super interessante...e é lindo de morrer...

Anónimo disse...

cheio de cenário...também ja o tenho visto por ai..pessoas destas fazem falta ao nosso portugalpequenino

poveirinha disse...

passei, gostei, voltarei!
beijo

MAISON CHAPLIN disse...

Adoro o chapéu, absolutamente fantástico! Something à la Gaultier?

@ MAISONCHAPLIN.BLOGSPOT.COM

AstroBoy™ disse...

Fabio rules!

runbitchrun disse...

Eu vi-o no metro! lol :)

Coco disse...

desculpem mas n consigo deixar de passar por aqui para ver esta pessoa...quem é ele onde trabalha diz-me tudo sobre ele...é FABULOSO...acho que é o gajo com mais estilo de lisboa...acho que ja o vi uma vez no lux com ums look mt giro também...beijos para todos estas fotos sao as melhores de todas as do teu blog...adoro

Anónimo disse...

concordo plenamente com a conclusao.

quanto ao conceito de "normal", na minha opiniao, esta sobrevalorizado! admiro pessoas que se afirmam (a sua personalidade e gostos) pela forma de vestir e suas atitudes, carisma, forma de estar..... mesmo que o comum dos mortais o considere fora do normal, do socialmente bem aceite,diferente....cada pessoa tem gostos personalidade e uma identidade diferente da outra e é muitas vezes um alivio dar me conta de que cada vez mais as pessoas se "arriscam" a por se "a prova" nesse sentido...

descobri hoje o blog e adoro o conceito:) é excelente!

Anónimo disse...

mto roto o gajo...

Anónimo disse...

O Fabio é giro, querido e faz umas óptimas massagens...
Beijo

Anónimo disse...

O Fabio é giro, querido e faz umas óptimas massagens...
Beijo

Oishii disse...

Além de estar lindo nas fotos é um grande amigo!

Anónimo disse...

'Aquelas que vestem o que querem e aquelas que vestem aquilo que os outros lhes permitem vestir' a meu ver está muito certo alfaiate.
É preciso uma auto-estima muito elevada para se vistir aquilo que se quer.
Vejo aqui gente que lhe serviu a carapuça quanto ao grupo e inveja também.
Também passei muito tempo no segundo grupo quando era adolescente o que é normal mas chega.

Anónimo disse...

'Vestir' lol. só mais uma coisa, há muita gente a gostar do look dele aqui mas na rua deve ser gozado todos os dias que é o normal dos tugas e essas pessoas é que deviam ter vergonha delas próprias e têm porque senão não faziam isso

Anónimo disse...

Conheço o fábio à 17 anos e até hoje posso dizer que é uma das pessoas mais queridas que se pode encontrar! E posso garantir que sempre foi assim, nunca se importou com o que os outros diziam dele, e como se pode ver sempre foi criativo e muito fashion!

Inês

Ana Encarnação disse...

Olá Alfaiate. :)

Antes de mais queria dar-te os parabéns pelo projecto que tens (deves ouvi-lo milhentas vezes, mas nunca é de mais reforçar) e dar-te uma grande palmada nas costas, pois desde ontem que estou a ver o teu blog de uma ponta à outra e estou maravilhada! Apraz-me muito ver que aqui, neste Portugal pequenino, existem pessoas a fazer uma coisa que, SIM, já há outras pessoas a fazer lá fora, mas, a conseguir ter o nível e o conteúdo que o teu tem, são poucos.

É a prova real que temos gente interessante e com palavra a dizer e que está no mesmo patamar dos restantes 'estrangeiros'. Sim, porque esta mania de subvalorizar o que se faz cá dentro já cansa e é tempo de lutar contra esta cultura que dita que o que se faz cá dentro não tem qualidade. Meus, isso já vem do tempo de "Os Maias", já chega!

Enfim, apenas para dizer que tenho gostado muito do que aqui fazes, principalmente do que escreves (aquele post do avô, fuuu, bateu fundo, puseste-me a chorar, como alguém também disse) e por isso, não pares! A sério, não pares mesmo!

Em relação à foto e à tua frase 'os que vestem o que os outros lhes permitem vestir', devo dizer que foi muito bem dito! É um facto que nós (humanos) convivemos muito mal com a diferença. E em Portugal então, isso atinge níveis astronómicos. Eu sofro com isso regularmente (ou melhor, sofria, porque entretanto fui dando prioridade a mim e não aos outros e à imagem que eles possam fazer de mim). Sou de perto de Lisboa (Barreiro, Margem Sul) e costumo dizer que, apesar da proximidade com a capital, vivo numa terra pequena, não em termos de tamanho, mas em termos de mentalidade.

Se aqui se veste algo um pouco mais elaborado que calças e t-shirt toda a gente olha como se um alien tivesse saído à rua. Mas qual é o problema em se querer vestir assim ou assado??!! Caramba, se a mim me apetece andar com uma coroa de flores na cabeça, vou andar e ninguém tem nada a ver com isso!! Claro que me olham de lado e me chamam de maluca, mas quem é que é realmente maluco aqui? A pessoa que se exprime de forma corajosa e se arrisca a ser diferente ou, pelo contrário, aqueles que invejam e cobiçam essa coragem, mas que se escondem por detrás das palavras gozonas e maldosas?!

Ainda bem que pertenço ao 1º grupo. É mais saudável. Até porque, para mim, a moda e o que se veste é uma forma de expressão como outra qualquer, como a música ou a arte. Só que é mais explícita. E está mais vulnerável à crítica imediata. Por isso mesmo é que é preciso ter coragem, como alguém acima disse e andar como este rapaz! Mas vale a pena! :)
Eu acho que vale!

Bem, não queria alongar-me muito, é apenas uma matéria à qual sou sensível, como disse e não quis deixar de comentar. Vou continuar a ver o resto, agora estou lançada e já me prendeste. :)

Um beijo e parabéns, mais uma vez*****************