sexta-feira, 11 de Setembro de 2009

Um panamá sevilhano em Lisboa

Um panamá sevilhano em Lisboa

Há coisa de dois meses recebi um e-mail diferente. Alguém que me dizia ter um panamá em casa e que, caso eu achasse o dito chapéu interessante, se disponibilizava para ser fotografado. Respondi a agradecer a proposta que me via forçado a declinar. Apenas por este blogue viver, acima de tudo, de pequenos encontros reais precedidos por algo a que nem muito remotamente me agrada chamar selecção. E ainda ontem me perguntaram:
- O que é preciso para aparecer no Alfaiate?
Juro que já não sei o que respondi. E nesta fotografia bem que podia estar quem me escreveu tão gentil e-mail. Mas não está. É Antonio Alvear. Que me falou da vida, das mulheres (das sevilhanas em particular) e da casa que estou, desde aquele momento, convidado a visitar. A ele este post, mas também a quem me decidiu escrever, há dois meses atrás.

21 comentários:

(n)Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
(n)Ana disse...

Tem mesmo ar de quem já tem muita história para contar. Tem cá uma pinta de bonacheirão...
Até já o estou a imaginar a separar as lentes dos óculos... ou a pôr os de sol (que devem ser os que tem no bolso)... ou a falar tanto que o cigarro se fuma sozinho entre os dedos.
A camisa... apesar de manga comprida tem um ar fresco. Deve ser das riscas e das cores.
Mas belo chapéu, faz toda a diferença. :o)

(ps - alfaiate madrugador!!)

Anónimo disse...

2 pares!
AVAN

shoe girl disse...

é tão charmoso um homem de chapéu!!

boa foto!

bisous***

GPETOM disse...

Olé! Gosto daqueles óculos "a la" médico legista do CSI NY.

Afonso M. disse...

Fotografias e textos simples que dão posts especiais.Grande blog grande Alfaiate

Solteira de Salto Alto disse...

Este é quase o meu blogue preferido. Quase.

Anónimo disse...

A diferença neste blog reside nos textos. Por isso o visito.

Parabéns.

Lis

Patrícia disse...

Que guapo!
Quando tiver mais 20 anos quero um homem a meu lado assim (tirando a parte do seu particular gosto 'plas Sevilhanas, claro!)

Dulce Alves disse...

'Sevilla tiene un color especial' - já cantavam Los Del Rio - e os sevillanos (e sevillanas, pois claro!) têm (mesmo!)um encanto especial... :)
"Sevilla, tan sonriente, yo me lleno de alegría cuando hablo con su gente"...
É uma música que vai bem com esta foto e este texto.

Bela Sonhadora disse...

Esta de uma forma abstracta (digamos assim) tem detalhes que eu adoro e demasiado especiais para mim!!

Panamá; Salero; Sevilha;

e depois, o ar de quem sabe viver, de quem sabe aproveitar...

Nice Shot!!!

Minie disse...

O Panamá conjugado com as calças claras é também um clássico...

estilo "Mediterrané" (será?)

Anónimo disse...

Belo Post e Bela Foto.

Gostei tanto do Panamá como dos Óculos!

Abraço
F

Jorge Reis disse...

Acabei de conhecer o blog. Li-o do princípio ao fim. Muito bom!

Mãe Carinho disse...

Cheio de estilo !

A pose do braço esquerdo, o cigarro, o panamá, os óculos e o ar de quem tem muito salero !!

Anónimo disse...

Bonito retrato! Olé!
Caetana

Anónimo disse...

Bonito retrato! Olé!
Caetana

BrownAndCookies disse...

como eu adoro este blog... sempre actual e sempre descontraido... continua com esse conceito, nao te forces a fotografar alguém... a magia deste blog está precisamente no acaso da vida e das pessoas que vais encontrando por aí ;)

beijinhos***

márcia*

Filipe disse...

Um Panamá é sempre uma peça única intemporal!!
Novos, mais velhos, magros ou menos magros...o que é facto é que quem usa um original panamá do Equador (e não sevilhano)causa sempre um impacto enorme...desviando as atenções mais para o chapeu.
Uma peça de arte que muitas vezes nem imaginamos o trabalho que dá e mesmo os preços que chegam a atingir! Aqui fica um elogio e o exemplo de um site (http://www.brentblack.com/) para quem quiser saber mais. Continuação do bom trabalho Alfaite

Isabel I disse...

Pois eu pensava que panamás vinham do ..Panamá. Isabel I

CaveMan disse...

Estilo em tudo, mas os óculos (pela originalidade) e o panamá (pela "classe" que transmite) imperam! Muito bom...