segunda-feira, 21 de Novembro de 2011

Alma & Niels - Erasmus flavour

Alma & Niels

Senti que me podia sentar. Sentei-me convencido que já devo adivinhar as palavras certas, no tom certo à hora certa. À espertalhão portanto. Mas tive sorte. E lá devo ter acertado no tom certo, no momento certo para me sentar na mesa do casal certo quando lhes perguntei com um sorriso (quem sabe...com o número de dentes certo a descoberto):
– So... where do you come from?
Fiquei a saber que o Niels vivia em Roterdão onde o quarto ao seu lado estava vago até lá aparecer uma francesa – a Alma – que entre o que o que viu do quarto e de quem lhe calhava ao lado decidiu ficar por lá enquanto cumpria o seu Erasmus. Não lhes perguntei quanto tempo foi preciso para se dar o 1º ou o 2º click ou passarem a ter dois quartos e duas camas mas encontro-os, tempos depois, no final de uma semana em Lisboa onde Paris e Lovaina se juntam para celebrar o que quer que se tenha descoberto meses antes em Roterdão. E lá fui eu contente para casa que, para além duma foto, tinha meia dúzia de linhas para partilhar aqui convosco. Porque lá por não negar que abordei estes dois e tantos outros porque simplesmente lhes gabei uma estética – muito ou pouco particular pouco interessa, uma estética da qual gostei – não significa que não tenha gozo suplementar em destinar nomes às caras que gosto de ver como (bem) mais que cabides da roupa responsável porque os tenha fotografado um dia. Porque é mesmo assim. Não fosse assim e eu provavelmente não estaria, neste preciso momento, a escrever-vos de Milão, da casa de uma amiga que aqui fiz porque, precisamente, partilhei um dia com ela e uns amigos uma mesa e, depois de uns quantos copos disse – já não sei em que língua – “vai uma foto?”

13 comentários:

M disse...

Adorei!bjs

Katarina disse...

:-) Linda foto e texto admirável :-)

rosaamarela disse...

Lindos e "jovens"

bom dia!

Celia Caska disse...

Gosto do sorriso, da cumplicidade nos dedos entrelaçados, do carinho que explode no vermelho que partilham e da descontração implicita na velocidade que levam nas mãos.

Trendy Lisbon disse...

Giríssimos: foto e texto

:)

ExcessBaggageMode disse...

Gostei da história! Que vou dizer? eu encontrei o amor en Porto mas o ganhei em Lovaina :D

ISC disse...

Adorei..Únicos e diferentes!

Mafalda Castro disse...

Adoro a foto, eles estão tão naturais!
xoxo

http://lastime-around.blogspot.com/

Mário Vasconcellos disse...

Fizeram bem escolher Lisboa para celebrar o que quer que tenham descoberto em Roterdão... A cidade merece. Apesar de muito descontraídos, o Niels não dispensou uma regra: apertar o primeiro botão do blazer. Coisa simples mas que muitos descuidam.

Patrícia do Rosmaninho disse...

Olha o que eu encontrei, Zé:

http://not-sofast.blogspot.com/2011/11/sigh.html

(não é para corar. :D)

Beijinhos e continua sempre assim!

PS - Há dias vi uma reportagem na tv sobre o Ayres e os alfaiates. Muito bom. :)

Cupcakes à Paris disse...

NICE BLOG
LOVE PORTUGAL
KISS FROM http://cupcakesaparis.blogspot.com/

Anónimo disse...

brutal!!

Anónimo disse...

Há algum tempo que não visitava o teu blog. É bom perceber que mesmo distante uns dias (ou semanas) quando se volta se encontra novos textos e fotos maravilhosas.

Obrigada Zé :)

Cristina P.