quarta-feira, 1 de Julho de 2009

Michel

Michel

Quantos tipos apreciados pelo seu sapateado conhecem vocês? Não, o Fred Astaire e o Gene Kelly não contam, referia-me a gente viva (com todo o respeito pela outra). Pois…só me ocorre um nome – Michel. Fui pesquisar e descobri que este francês tem um Curriculum Vitae de fazer inveja à Madonna, anda por Portugal há tanto tempo quanto eu (e já lá vão uns anos desde a última vez que beneficiei dum desconto do Cartão Jovem) e toca acordeão quase tão bem quanto “sapateia”. Mas não foi bem descobrir, mais relembrar… o Michel é como o vídeo do The Neverending Story ou o dos Da Vinci, a mão do Maradona ou a do Vataun souvenir d'enfance. Mas para ele aparecer aqui tudo isto pouco ou nada contou. Valeu-lhe apenas o visual sóbrio…e o amigo. Afinal de contas, eu não o reconheci... (as reminiscências são como rasgos de génio da nossa própria memoria, só se nos despertam quando voltamos costas)

26 comentários:

Anónimo disse...

Amanhã comento o Michel. Hoje, não consigo sair do Estádio da Luz com 120 mil pessoas. Estou lá no meio, tenho 8 anos e estou agarrado ao meu Pai.
AVAN

O Explicador de Inglês disse...

Excelente post! Tenho estado ausente, mas esta recordação do Michel foi muito refrescante. Grande pose. Até o cão tinha pinta (e este tinha mesmo!)

Pedro S. disse...

Mágico!

Quando era garoto, imaginava sempre um duelo entre este Michel do sapateado e o Michel cozinheiro.

Para, de uma vez por todas, decidirem quem poderia usar o nome Michel em termos absolutos e sem concorrência.

Talvez um dia...

P.S: a acontecer, o meu dinheiro está neste Michel, porque tem um cão. Acho que deve chegar e sobrar para uma eventual panela que o outro Michel leve.

asvezesanoite disse...

São 9 da noite e pela primeira vez na minha rua, tenho um gajo a bloquear-me a saída do carro. Chove torrencialmente em abril, mas por incrível que pareça, a puta da lua não sai de cena.
10 minutos de chuva. Adivinhado e calmo apanho-te na baixa. 10 metros de chuva. Galochas e gabardine brancas. És linda.
10 minutos de chuva. Fábrica do braço de prata. 10 metros de chuva. Tinto. Uma sala. O Michel. Um prato com bolachas. Sem querer, filmado e dado de directo na parede e na tv. Um acordeão. As músicas que sem querer gostas. Um puto de costas. Não conheço mas não interessa. Dás-me uma caneta? Dás-me a mão? Foda-se passei-me. E 15 dias depois fiz-te uma música e meti-te numa caixa. Pirosa...mas eu gosto.Também por ti ainda aqui estou Grande Michel.
Obrigado pelas bolachas, pelos escritos e um ano depois, pela garrafa de campanhe.
Quando começamos a achar que o acaso não acontece por acaso, está tudo fodido. Este blog e esta foto, não são por acaso um acaso.


Ps: Michel, um dia ainda vamos tocar esta merda juntos:
http://current.com/items/88935847_15-days-in-a-box-v-02.htm

Marta disse...

Gosto do cabelo grizalho, dá-lhe um ar especial.
E o amigo também é muito charmoso!

Rachel disse...

Ah ah ah lindo!
Conheço o Michel desde miúda...nunca o tinha visto sem o colete preto, a camisa branca e o famoso acordeão.
Acho que só conhecia a personagem, não o Michel.

paula'maria disse...

o ar velho dele, da-lhe charme! eu adoro :)

Isabel I disse...

Artista francês com cão.

vbd disse...

há qualquer coisa de gainsbourg (com um fato mais bem cortado) no chic vagamente délabré de monsieur...

Moi disse...

O 'amigo' faz toda a diferença nesta foto.
Sem dúvida que Michel é um artista mas com A GRANDE!
Beijinhos

(n)Ana disse...

Ahhh!Très Bien!
Parrece que o estou a verr a sapatearr com o seu arrr de mimo e o sotaque frrrancês.

Muito janota.

O cão é absolument beau!
;o)

(Eu não tinha coragem de abordar o Michel para lhe tirar uma foto. Alfaiate, és um dos meus heróis do momento.)

anacoelho; disse...

Bom, não sei que idade tens, mas vou tratar-te por tu, isto apenas porque me identifiquei tanto com o teu blog, que nem me dá vontade sequer de estar com muitas boas maneiras, espero que não te importes, não é por má intenção.
Uma das coisas que mais adoro, é a fotografia, e quando entro no teu blog, a primeira coisa com que me deparo é com fotografias lindas, lindas, lindas.
Acho a tua ideia fantástica, e nunca me tinha chegado aos ouvidos essa ideia.
Só agora é que vi o teu blog, e posso dizer que foi o melhor, o melhor mesmo.
Parabéns, continua a tirar mais fotografias, pois tens imenso jeito e criatividade não te falta.
Vou estar á espera de mais e mais.
Ana Coelho, Porto.

BrownAndCookies disse...

tens aqui verdadeiros achados :)

beijinhos***

márcia*

Lauh disse...

Sem dúvida uma presença fantástica. e isso inclui o cão :D

Anónimo disse...

Descobri este blog por acaso, mas fiquei fã já quase desde início. E nunca escrevi porque gosto de ver algo bom, sem me intrometer. Mas devo dizer que na minha infância vi muitas vezes este sr a actuar. Voltei por momentos há muito tempo atrás. É engraçado que sem querer as coisas antigas voltam a cruzar-se na nossa vida por acaso. Sabe bem, porque somos um pouco daquilo que já vivemos, dos momentos e das pessoas que se cruzam connosco. Parabéns por este espaço que alguém criou.

Ana

Andreia disse...

Já me cruzei muitas vezes com o Michel por Lisboa. Sempre achei que tinha um ar simpatico aliado a um ar de artista :)
Agora já sei os seus dons! Obrigada!!

Anónimo disse...

"as reminiscências são como rasgos de génio da nossa própria memoria, só se nos despertam quando voltamos costas" - Quote - O Alfaiate Lisboeta

Quem Não Tem Cão disse...

Michel Michel!
Engraçado como uma foto nos pode rtemeter para tantas recordações arrumadas na nossa memória.Esta foto levou-me até à Praça da Alegria, numa Lisboa de há 20 anos passados...
RG

Anónimo disse...

Este Sr. é o responsável...
Escreveu-me um dia: "...Há palavras que fazem viver: ama, amizade,...".
Um exemplo de "savoir-vivre". Cheio de charme, sem dúvida.
Faz parte da minha história. Adorei a coincidência.
Excelente foto!
IB

S* disse...

Tens um jeito para a fotografiar que é uma coisa fantástica...

MakingMoney disse...

Grande Michel.

Assisti a uma apresentação sua, o ano passado, nas Caldas da Rainha, nas comemorações do dia Nacional (ou Internacional?) do sapateado.
Nunca mais o esqueci. O meu enteado foi aluno dele, creio que exactamente no sitio onde tiraste a fotografia(estarei enganada?) na Rua da Escola de Dança do Conservatório Nacional

José Teófilo Duarte disse...

Sempre nutri simpatia por este senhor. Michel é um homem das artes performativas que faz o que sabe fazer e a mais não é obrigado. Acompanho a sua actividade discreta (Não sei se por opção ou porque sim), há um ror de anos. De vez em quando tropeçamos por aí. Cumprimentamo-nos. Eu sei quem ele é. A ele acho que não lhe passa pela cabeça a razão do cumprimento. É só porque é simpático e porque andamos por aí. Na vida. E a gente cruza-se por aí graças a ela, a vida. Esta imagem publicada no Alfaiate faz justiça ao homem e ao artista: reparem que até o cão tem pinta.

Anónimo disse...

o michel é um encanto. durante anos vi-o sapatear numa escola de dança com crianças e adultos, sempre exalando talento e paixão pelo aquilo que faz. tive o prazer de ter aulas com ele, parfait

Mãos de Veludo disse...

ADOOOOOOOOOOOOOOOOORO o Michel! Que saudades de ir até ao Teatro barraca e vê-lo por lá!...

isabella disse...

O Michel realizou um sonho que eu tinha quando era jovem. Ensinou-me a dançar sapateado. Já devem ter passado uns 30 anos.
Adoro-te Michel

Anónimo disse...

Vejam la' se dao
trabalho a este Grande e muito simpa'tico ARTISTA. Ja' o vi atuar: UM MUST. ! Deem-lhe mais vida ! F VAZ