quarta-feira, 2 de Janeiro de 2013

Quatro anos (de histórias improváveis)

4 anos (I) 4 anos (II)

No outro dia, num casamento de uma amiga, uma miúda que nunca foi com a minha cara dizia-me “tens feito um óptimo trabalho no blogue, estás de parabéns”. E lá lhe agradeci. Meio perplexo, a pensar que até ela, a última pessoa de quem poderia esperar uma palavra simpática, podia elogiar esta porcaria. Mas antes mesmo que pudesse olhar para o mundo (ou sequer para ela) de forma distinta rematou “mas não me convences que encontras aquelas pessoas na rua, que nada daquilo foi combinado”. A verdade é que, depois de lhe questionar as capacidades cognitivas em tom irónico, dei comigo a reconhecer que metade dos acontecimentos que antecedem estas imagens são pouco ou nada credíveis. A pensar que, boa parte das histórias que estão por trás destas fotos, soam pouco ou nada realistas.


A esta senhora, à Christiane, e ao Baldo o seu galgo, encontrei-os em Paris e, um ano mais tarde, cruzei-me com eles de novo. No contexto deste blogue e de outras histórias que já contei aqui, este episódio, em bom rigor, não acresce algo de completamente novo. Mas, para vos descrever esta narrativa com precisão, é necessário regressar até Madrid um ano antes. Ela começa no momento em que abordo um parisiense na Plaza de Santa Ana e lhe tiro uma foto. Esta foto. E prossegue quando me sento com ele e a namorada. Não perdemos o contacto e acabámos por ficar amigos. Mais tarde quando o visitei em Paris e combinámos às 17h nas Tulleries o Ugo esperava-me na sua Vespa. Uma imagem interessante demais para que, antes mesmo de o cumprimentar, não tomasse a liberdade de fazer esta fotografia. E, no momento em que o fotografo, vejo-o excitado a apontar no sentido oposto da minha perspectiva. Voltei-me. Estavam ali a Christiane e o Baldo. A mesma Christiane e o mesmo Baldo com quem, pela mais pura das casualidades, me voltaria a cruzar um ano mais tarde.

Em quatro anos não foi apenas a minha vida profissional que mudou por causa deste blogue. Foi, no sentido mais lato que é possível imaginar-se, toda uma vida que se transformou. Suponho que, cada um de nós quando começa um blogue, espere que essa página acresça algo de novo à nossa vida. Aquilo que eu não poderia esperar é que esta página mudasse a minha. Como não poderia sonhar que, no momento em que fotografo um parisiense em Madrid, estivesse também a fazer um amigo. Ou que, um ano depois em visita, tivesse direito a uma festa. Esta festa, uma tal também que já passou por aqui antes. Por isso, quando digo que tanto ou mais que estilo este blogue trata de pessoas, não o faço por nenhum romantismo sôfrego. Faço-o por um motivo apenas. Faço-o porque é. Faço-o apenas porque, por sinuosas e inusitadas vias, cada uma destas pessoas determina também muito daquilo que está por diante. E se por algum motivo a minha vida mudou tanto nestes últimos anos isso aconteceu, seguramente, por causa do Ugo e de tantos outros que, por histórias muito ou pouco credíveis, tropeçaram em mim um dia. Mas por esse tropeção estão dispensados de desculpas. Mais até, sou eu que o agradeço

[este aniversário pode ser visto aqui também]

29 comentários:

Dani disse...

Muito parabéns. Excelente trabalho!

Anónimo disse...

O blogue é delicioso! Parabéns!

SG

PS – histórias improváveis, quem nunca as teve?

estenaoeumbloguedemoda disse...

O blogue é fantástico e as fotografias transpiram paixão. Nunca tinha comentado, apesar de cá vir regularmente, mas hoje não posso deixar de dizer: Parabéns!

estenaoeumbloguedemoda.wordpress.com

maria madeira disse...

É praticamente impossível não nos apaixonarmos pela Christiane e o Baldo, mal olhamos para as fotografias. Desde a cor do cabelo da Christiane. Deliciosa. Passando pela forma de se vestir. Diferente. E ainda bem que existe gente tão diferente. O "normal" é cansativo. E terminando no Baldo. Seria impossível não reparar no Baldo. Impossível!
Parabéns pelo excelente trabalho.

LeeWong disse...

Em bom castelhano: Enhorabuena!

LisbonLovers disse...

Parabens Alfaite que bem o merece! E' um orgulho ter por cá um alfaiate com tanto nível.

Patricia Silvério disse...

Muitos Parabéns :) Mereces todo este sucesso! Um Bom 2013 para ti Alfaiate! :) beijinhos

Ana Cristina Milheiro disse...

Muitos Parabéns!!!!!

Que venham mais quatro, e quatro e quatro....

Cheios de histórias prováveis e improváveis, para os crédulos e para os incrédulos, para os que gostam e os que não gostam!!!!!!!

Eu Gosto muito!

Cris

PPR disse...

Boa noite! Já sigo o seu blog há algum tempo e agora gostava de partilhar o meu. http://umbrindeafrustracaodacondicaohumana.blogspot.pt/
visite e deixe a sua opinião :)

Maria Francisca disse...

Muitos Parabéns pelo blogue, e pela a tenção a todos estes detalhes 'estrategicamente plantados' para si.

Bi Cardoso disse...

Visito o seu blogue inúmeras vezes. As suas fotos aparacem no meu mural do FB. Uma só palavra ... Parabéns!
Sobre o seu texto de hoje, apenas quero citar F.Pessoa:
"Invejo a todas as pessoas não serem como eu. Como de todos os impossíveis, esse sempre me pareceu o maior de todos, foi o que mais se constitui minha ânsia quotidiana, o meu desespero de todas as horas tristes"

A Vida da Cinderela de Saltos Altos disse...

Adoro as duas fotografias!

María disse...

Gostei muito deste post. Parabéns e feliz 2013 de Buenos Aires.

Lazy Cat disse...

É de facto um gosto ver este tipo de projectos a crescer. É inspirador!

Isabel I disse...

Presente quase desde a primeira hora mas últimamente um bocadinho ausente, não posso deixar de o felicitar pelo seu percurso e pela sua arte. Muito bem escolhida esta foto para ilustrar a efeméride, uma senhora e o seu cão, ela muito gira, o cão ainda mais. Bom ano, parabéns!

Pedro Quintela disse...

Caro José, ainda bem que há quem duvide sobre as originalidade da captação das fotos, porque significa que têm algo de especial.

Sigo, e seguirei, o blogue com a maior das atenções. Um abraço e muitos parabéns!

LXMODA disse...

Congrats!

Teorias sem Garantia disse...

"O que não se espera acontece com mais frequência do que o que se espera.

Plauto ( 250 a.C. - 184 a.C.)"

Deixei esta frase há tempos no meu blog. Acho que se enquadra em tantos momentos da vida... e assenta que nem uma luva no teu post! Bom ano! Cheio de bons momentos inesperados.

b. disse...

Já tinha saudades de "te ler"... :)

ARS disse...

Um Bom Ano e Muitos Parabéns pelo Blog, tem sempre surpresas agradáveis!!!

Anónimo disse...

Esta vida é feita de tropeções, de cores, de luzes, de cheiros, de sabores, de conversas, de amizades etc etc. Parabéns Alfaiate Lisboeta (JC) as suas fotografias são unicas e eu adoro espreitar, só lhe peço que continue pois eu farei o mesmo, sempre a espreitar e escreva, escreva sempre que eu adoro.
PP

Pericles Pinto disse...

Houve uma ou outra vez em que suspeitei de "produção", mas nunca o disse, porque não sou de levantar suspeitas.

Aquela dos namorados com o carro vintage foi uma "quase produção", mas, sendo amigos, passa.

Gosto do blog, no geral, pelo tom descontraído.

Não gosto, em particular dos pruridos que tens com o que cada um de nós comenta, mas isso já to disse.

Clica aqui e vai até ao Muito suave

Anónimo disse...

"Meio perplexo, a pensar que até ela, a última pessoa de quem poderia esperar uma palavra simpática, podia elogiar esta porcaria."...what???
Seja como for...parabéns..adoro esta foto...também tenho 2 galgos e dão sempre nas vistas, são lindos!

ELENA disse...

Parabéns. Continuação. E mais textos, please!

;)

Gabriela disse...

Zé, better and better. Estas com encontros peculiares, histórias peculiares. Uma vontade expressa, transparente, de partilhar. E utilizas tão bem as palavras para o fazer. Adoro pessoas. Adoro. Adoro pessoas nas ruas, nas suas vidas. E a forma como as captas atrai-me brutalmente e seduz-me a gostar cada vez mais delas. Por isso te agradeço. Vemo-nos por aí. Beijo

Anónimo disse...

parabéns uma, outra e muitas vezes :) espreitar o seu blog já faz parte da rotina diária :) pena q nunca nos tenhamos cruzado aqui pelo norte.
beijo

mypreciousl disse...

Muitos parabéns pelo trabalho fantástico que tens desenvolvido. Este blogue trata definitivamente de pessoas, são elas que sobressaem no seu todo e não aquilo que estão a usar.


Continua sempre*

http://ovagoencanto.blogspot.pt/

Francisco del Mundo disse...

Caro José,

nunca tinha vindo ao seu blog mas desde que começou a escrever no Expresso não falhei uma.. E agora que com pena vi que já não escreve mais, virei até aqui visitá-lo... Quando há qualidade, os leitores procuram-no.. ;) Abraço

Tenchy Tolón disse...

É que O Alfaiate não é um Blog qualquer, isto que esta fazer já têm o nível da Arte. Parabéns!