quarta-feira, 12 de Agosto de 2009

O meu principado por uma máquina fotográfica

Montecarlo

Os dois holandeses de quem fiquei amigo após meia hora de conversa começam a sentir a mesma náusea de que já me venho a queixar. Ali nada soa real ou humano, tudo me parece importado duma janela do Photoshop. Mas o Frisos continua a contabilizar os Lamborghinis e o Julian os Maybachs que não param de passar. Um deles berra qualquer coisa. Desconfio que acabaram de ver o Bugatti que lhes faltava encontrar. No momento em que me volto parece haver um desencontro de vontades entre as ordens do meu cérebro e os reflexos musculares da minha mão direita. A máquina cai. Entre a lente e o corpo não parece haver sobra que se aproveite. 10 segundos depois estou de rabo no chão e mãos na cabeça. Penso nas paredes do meu quarto forradas com gente que conheci nas minhas viagens, na felicidade inusitada que a porcaria dum blog me tem trazido e, principalmente, em tudo o que comprometi ao insistir fazer esta viagem sozinho. É exigir de mais a quem não me conhece que compreenda, mas dou comigo a questionar metade das decisões que tomei no último meio ano. Acabo sensibilizado, primeiro com os impropérios internacionais que oiço à minha volta, e depois, com o silêncio fraterno e as palmas das mãos que sinto nas costas. Digo-lhes que dificilmente conseguiria imaginar um momento como aquele sem lágrimas nos olhos. O telemóvel toca. É a namorada a quem ainda não consigo chamar ex. Já com a visão turva pergunto-lhes:
- What did I just tell you?

37 comentários:

* Estrela disse...

Bem, que falta de sorte :s
é por isso que o post n tem uma imagenzinha :s

*

meninaines disse...

vai ficar tudo bem, um beijinho.

Ana disse...

Os acidentes acontecem... mas não me quero imaginar no teu lugar, não te preocupes com o tempo vais assimilando! Quanto ao blog, está excelente, não desistas dele, é excelente!
Um bjinho e coragem...

Sílvia disse...

não te conheço. mas compreendo. acredita que compreendo, mas dizer que lamento o que aconteceu deve chegar a soar ridículo principalmente vindo de alguém que não conheces. ainda assim a sinceridade do meu sentimento é verdadeira e real, tão real como é a empatia que existe entre nós e as pessoas que acompanhamos neste mundo "virtual" dos blogs. não te conheço como tu és, mas conheço-te. conheço a "imagem" que criei de ti. e isso basta-me.
espero que de uma forma ou de outra encontres as tuas respostas e que voltes às fotos o mais breve possível.

Celinha 007 =) disse...

Sinto a tua dor e sinto ao mesmo tempo a desilusão e a vontade de sairem lagrimas. Secalhar são um sem número de situações ditas "más" que te assolam e confundem. Mas ao mesmo tempo têm que te dar força para não parares, para não desistires. Tem que haver uma solução para a máquina, ou para a forma como nos vais mostrar o que vais vivendo nessa viagem. De certeza que não foi ao acaso que fizeste a viagem. Não te arrependas. Terás a resposta no fim dela. :D Eu irei acompanhar as tuas traquinices :D *

Muah e força ai senhor alfaiate ;D

M Mello disse...

Venho quase todos os dias a este blog porque as fotos são giras, porque os textos são bonitos e porque os post têm alma. É complicado não sentir simpatizar com o autor deste blog. Alfaiate...as minhas mais sinceras melhoras.

shoe girl disse...

roubo as palavras à ines e deixo te um beijinho meu.

M^^ disse...

As tuas fotografias valem imenso a pena. São fantásticas, consegues captar sorrisos, pessoas e apesar deste contratempo, é só um pequeno pormenor, sei e toda a gente sabe que voltas em breve. Com mais e melhores fotos :)

Anamar disse...

A nossa vida tem ciclos, são eternos enquanto duram, mas por vezes as mudanças acontecem (as quebras desses ciclos), e se as aceitarmos, deparam-se-nos grandes oportunidades de desenvolvimento!
É isso que nos permite evoluir como pessoas! Quem não aceita e não é determinado, estagna...
Parece-me que terminaste um ciclo e iniciaste outro, muito mais que a aventura e a sensação de liberdade de viajar sozinho, foste ao teu próprio encontro...não te sintas triste, seguiste o teu coração e isso é o que devemos fazer sempre para estarmos bem mental e fisicamente!...admiro-te por isso (mesmo sem te conhecer) ;)
Bj, Ana

muipiti disse...

Alfaiate, permita-me que o trate assim pois não o vejo com outra actividade que não seja esta representando um trabalho excelente.
A nossa existência é isso mesmo,feita de um turbilhão de contrariedades,de dúvidas de amores, de desamores e sei lá de mais outras tantas coisas mas gostar da aventura, partir à descoberta de novos novos mundos e saber comunicar com os outros dessa forma aberta e franca, acredito que é estar no bom caminho para encontrar as respostas que procura. Teresa

Margarida disse...

Força! :)

Ana Luisa disse...

Que pena...Um beijinho.

Vespinha disse...

Pensa nas partes positivas:

1 - Vais poder experimentar novas máquinas, se calhar novas técnicas, quem sabe o desafio de fotografar com uma descartável ou uma Lomo... Sim, porque por aqui continuamos à espera de imagens!

2 - A existência de uma ex pode abrir um mundo de novas possibilidades.

Um beijinho, vê mas é se aproveitas bem essa viagem, se calhar daqui a uns tempos vais recordá-la com nostalgia. :)

Susana disse...

bla..bla...bla...vai mas é comprar uma máquina nem que seja descartável :P

JCSilva disse...

Ora aqui está um post que não deveria ter passado de "draft". É excesso de informação, misturado com uma intimidade mal-gerida e um tom confessional que não resulta.

A viagem sim, as tuas coisas..nem sempre. :)

Anamar disse...

JC Silva, não concordo nada com o teu comentário! São estes pequenos pormenores pessoais que tornam o blog ainda mais atractivo, diria mesmo...especial, mágico e viciante!
Faz-nos perceber que atrás deste grande trabalho está uma pessoa linda, sensível e empenhada no que faz...um Homem com H grande, como poucos que por aí existem! ;)

Desculpa a frontalidade, é apenas a minha opinião, vale o que vale! :)

Anamar disse...

Imagino que nem todas as pessoas consigam ter a capacidade e a sensibilidade para perceber o valor sentimental que essa máquina deverá ter para ti...(já para não falar no valor material!) :(

Bj de força!

P.S - Continua a tornar o teu blog assim especial, mesmo sem fotos, para já!...

Ana

Minie disse...

Acho que há momentos em que aparecem forças vindas "do além" para nos animar... fiquei triste...pela tua máquina (nem sei que farei se tal acontecesse comigo) mas gostei das últimas confissões...

Manuela disse...

Homem, tu arrebita-me essa alma!! No próximo kioske compra uma kodak easy shot e faz-te à estrada. Não é a máquina que interesse mas o olhar que está por detrás e isso ainda não se partiu!

Anónimo disse...

A Manuela tem toda a razão!
Nós ficamos á espera!

Anónimo disse...

Caro Alfaiate, mais vale agora investires numa boa máquina, já que a fotografia é uma das tuas paixões... assim esqueces-te mais facilmente da outra! E mais vale fazeres isso o mais depressa possível, não vale a pena atrasar o que é inevitável:) Um beijinho de uma fã (Maria)

Maria Kally disse...

Adoro a simplicidade do teu blog e o teu poder de observação. Rápidas melhoras.

Ângela disse...

... Há-de melhorar! Mas percebo que neste momento seja isso tudo que sentes e mais um bocadinho!

Anónimo disse...

Sendo um alfaite, concerteza que não te falta a arte necessária para "dar a volta" a esta situação.

Eu considero-me uma pessoa optimista e com muita fé, não numa força superior, mas na força que reside em cada um de nós e que nos mobiliza e faz avançar, mesmo perante as piores adversidades.

A minha fé é que após a necessária travessia no deserto, o merecido oásis aguarda-te.

E deixo um pensamento:

"Não desesperes no meio das mais sombrias aflições da tua vida, e pensa que até as nuvens mais negras deixam cair uma água branca e límpida" (Provérbio persa).

Força!!!

Carolina M.

Anamar disse...

Ena, que lindo!...Já viste tantas mensagens de apoio! :)
Sinal que és uma pessoa muito querida e que tens um universo enorme de pessoas que se sentem felizes ao ler o teu blog tão especial!

Adoramos ler-te e temos saudades! :)

Volta depressa,
Ana

Girl disse...

Máquinas há muitas... Tenho a certeza que mesmo com uma máquina fraquita consegues fazer boas fotos. Sou uma seguidora assídua do teu blog por isso cá espero...

Artur Lourenço disse...

Abraço.

Patrícia disse...

Espero que tenhas a capacidade de guardar dentro de ti as pessoas que vais conhecer nos restantes dias da tua aventura, e sorrir ao lembrares-te.

Porque não as desenhas?

"Quem não tem cão... caça com gato"

Smile!

paula'maria disse...

os teus textos são inteligentes e as tuas imagens tem qualidade, mas apesar de tudo captas a alma, ou na menor das hipóteses, tentas transmitir-nos isso.
gosto de vir ao teu blog, mas hoje soube a pouco, na verdade, soube a quase nada...
espero que haja outra alternativa, afinal de contas o alfaiate também é fotógrafo.
bj :)

Assim sou eu disse...

Hei...vai ficar tudo bem, acredita. E daqui a pouco vai estar a brindar-nos com as fotos! :)

Anónimo disse...

isto não é um blog, é um romance.. e espero que no fim acabes com ela e tenham um final feliz :) mas fico ao teu lado para ver as cenas dos proximos capitulos.. my friend! El gonga

Anónimo disse...

Garantido é que não vou deixar de cá vir por uma temporada porque não há fotografias...

Este blog não são só as fotografias mas as palavras e o Autor!.

Ficamos à espera!

Já algum de vocês abandonou um amigo porque estava triste?

João Lourenço disse...

Alfaiate,

Um pequeno reparo. O seu blog não é uma porcaria.

Que corra tudo pelo melhor!

Pink Sneakers disse...

Alfaiate, se ajuda, prometo que não vou deixar de vir até aqui só porque durante uns tempos não vamos ter fotos!
Gosto tanto das fotos como dos textos.
Quando passar essa desilusão compra outra máquina e parte para uma fase nova.
Adiante!!!!
Beijos

verdeervilha disse...

Come on skinny love just last the year
Pour a little salt we were never here
My, my, my, my, my, my, my, my
Staring at the sink of blood and crushed veneer

I tell my love to wreck it all
Cut out all the ropes and let me fall
My, my, my, my, my, my, my, my
Right in the moment this order's tall

I told you to be patient
I told you to be fine
I told you to be balanced
I told you to be kind
In the morning I'll be with you
But it will be a different "kind"
I'll be holding all the tickets
And you'll be owning all the fines

http://www.youtube.com/watch?v=UrMmr1oMPGA

Anónimo disse...

O que faz uma boa fotografia é essencialmente o olho do fotógrafo.Um grade amigo e simultaneamente um grande fotógrafo,faz para exercício do "olho" fotos com máquinas antigas, fraquinhas, algumas até com rolo de revelar e a preto e branco.Aliás,é por aí que se deve começar. para captar e entender a magia do instante.
Por mais photoshop que haja, por mais tecnologia que haja, as grandes fotos estão sempre no "instante" e no "olho" do fotógrafo. E olho, já vi que voçê tem


Boas fotos

Margarida Paiva

Patricia Silvério disse...

qualquer coisa de bom adorei :)

http://pumps-pumpsfashionpatriciasilverio.blogspot.pt/